A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/03/2009 22:59

'Paredes Revisitadas' enfocará obra de Sartre na Capital

Redação

Já está quase tudo pronto para a estreia do espetáculo 'Paredes Revisitadas', baseado na obra do filósofo francês Jean-Paul Sartre, cujo existencialismo é fundamentado na morte como uma contingência. O drama questiona a condição humana em relação a suas crenças e ações e mostra a linha tênue que existe entre os bons e maus atos dos seres humanos.

Seguindo essa temática, o trabalho de direção e enredo, comandado por Vitor Hugo Samudio, pretende provocar no público diversas sensações que poderão causar estranheza. No entanto, este trabalho com base na obra de Sartre é inédita em Mato Grosso do Sul.

O diretor adaptou de forma intrigante e curiosa história de três personagens que juntos descobrem o verdadeiro inferno por meio de suas condutas, frustrações, até então, a luta pelos seus próprios limites. Logo, rompe a "carapaça" destes personagens e despe seres humanos negligentes e repugnantes.

Garcia (Bruno Moser) é um literato, Inês (Patrícia de Andrade) uma funcionária pública e lésbica, e Estela (Gláucia Pires) tem um complexo de aceitação, usa seu corpo em diversas situações. Eles são levados até uma sala fechada e terão que permanecer para sempre ali, enclausurados, condenados a uma vida sem interrupção. Eles têm somente a companhia do outro. Começam a convivência eterna, crucial.    

O ator e diretor Antonio Abujamra também participa do espetáculo, emprestado sua voz à barata poeta, que na peça tem função de coro. Vitor Hugo fez um convite a ele para participar da peça e ele prontamente atendeu.

Segundo Abujamra, Samudio traz com ele um olhar curioso e sem medo para o teatro.

 

Processo

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions