A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

24/01/2014 17:01

Campo Grande é pioneira em nova arte marcial havaiana, o 'Kajukenbo'

Helton Verão
Sibak Fábio Borges lembra que a arte marcial é democrática, sem limite de idade, peso ou sexo (Foto: Arquivo Pessoal)Sibak Fábio Borges lembra que a arte marcial é democrática, sem limite de idade, peso ou sexo (Foto: Arquivo Pessoal)

Campo Grande é a Capital nacional de uma arte marcial com poucos praticantes no Brasil, o ‘Kajukenbo’. Ela chegou a cidade graças a graduação de Fábio Borges, 49 anos, que tem mais de 40 anos de estudos de Taekwondo, Jiu Jitsu, Aikido e Bujutsu. No último mês de junho, após indicação do professor português, Renato Bernardino, ele passou por entrevista com o espanhol e grão Angel Garcia Soldado que o aprovou como instrutor de Kajukenbo.

Essa é uma arte marcial híbrida, que combina o Karatê, judô, jujitsu, kenpō e o wushu (boxe chinês). Juntando-se as primeiras sílabas dos nomes dos componentes foram o nome “kajukenbo”. Atualmente no Brasil, pouco mais de 20 pessoas praticam a modalidade. Foi desenvolvida, na década de 1940, no Havaí, como método de auto-defesa contra criminosos e soldados da marinha americana que atacavam os habitantes locais.

Assim como o mestre é chamado de “Grão”, o professor de “Sifu”, o instrutor carrega consigo o alcunha de “Sibak”. “Descobri o Kajukenbo após pesquisa na internet, precisava descobrir novas técnicas para defesa pessoal. Vi que com minhas graduações”, revela Sibak Fábio.

Ele afirma ser o único licenciado no Brasil para ensinar a arte marcial. “Não se trata de um esporte. E sim técnicas para defesa pessoal, contra o sedentarismo, a auto estima, enfim, ter uma vida melhor”, resume Borges, que é licenciado pelo “Garcia Metodes”.

Natural do Rio de Janeiro, mas há mais de 30 anos residindo em Campo Grande, Fábio é policial militar e ministra aulas de Kajukenbo à Guarda Municipal da Capital e também a Polícia Militar.

Até por skype, Fábio ministra aulas para alunos em Maracaju, Belém e Brasília Até por skype, Fábio ministra aulas para alunos em Maracaju, Belém e Brasília

Além dos guardas e policiais, Sibak Fábio ministras aulas para um grupo de 15 pessoas, por pelo menos três vezes na semana. Além de já ter alunos em Maracaju, Belém e Brasília. “Com estes alunos mantenho o contato por Skipe, e ao menos três vezes por mês eles vem para Campo Grande ou eu vou até eles para dar aula”, conta Borges.

“Não existe limite de idade, sexo, peso, enfim, é uma arte marcial democrática”, completa.

Para ser aluno de Sibak Fábio, o valor da mensalidade é de R$ 60, com a garantia de ter seis horas semanais de aulas, mas podendo se estender até a seis vezes na semana.

O instrutor garante que o interessado não precisa saber alguma arte marcial para ser um aluno.

Em abril acontece o primeiro seminário de Kajukenbo no Brasil, e claro será realizado em Campo Grande.

Mais informações pelo site http://www.kajukenbo.com.br ou pelo telefone (67) 8154-4083.

MS volta de Seletiva Sub-18 em RS com 3 medalhas de ouro e uma de prata
Os judocas de Mato Grosso do Sul que foram para Porto Alegre (RS) disputar a Seletiva Nacional Sub-18, competição que vale para o ranking de 2018, vo...
Sul-mato-grossenses conquistam medalhas no Brasileiro e Torneio Open
Dois nadadores sul-mato-grossenses conquistaram várias medalhas no Campeonato Brasileiro Senior de Natação e do Torneio Open CBDA - Correios, disputa...


Caro Senhor Juarez.

Com todo respeito a sua pessoa e ao seu direito de opinião. Mas creio que se o senhor se interessar em verificar nos fatos históricos, verá com facilidade e chegará a conclusão que o Havaí teve grande influencia de diversas artes marciais como por exemplo a chegada da comunidade chinesa na década de 20 que trouxe o Chuan Fa. Pouco tempo depois Mestres provenientes de Okinawa e Japão chegam com o Kenpo e o Karate, estabelecendo raízes profundas no Havaí.
Uma união de 5 Mestres em favor do povo havaiano na década de 40 elaboraram uma fusão perfeita entre Karate Tang So Do - Judo Kodokan e Jujutsu Danzan Ryu - Kenpo e Escrima Filipina - Boxe Chines Siu Lun Kung Fu deu origem ao KAJUKENBO, Arte Marcial legitimamente elaborada e fundada dentro do Havaí.
Venha nos conhecer
 
Fabio Motta Borges em 27/01/2014 12:42:19
Para finalizar Mt 7:1-5
Não julgueis, para que não sejais julgados.
2 Pois, com o critério com que julgardes, sereis julgados; e, com a medida com que tiverdes medido, vos medirão também.
3 Por que vês tu o argueiro no olho de teu irmão, porém não reparas na trave que está no teu próprio?
4 Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu?
5 Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho e, então, verás claramente para tirar o argueiro do olho de teu irmão."
 
Vitor Leonardo David em 25/01/2014 15:58:35
Senhor Juarez A. Mendes, que escreveu o comentário acima. O senhor fala da história do Hawai mas pelo seu comentário percebo que não entende muito de história, fala sobre vergonha mas essa mesma vergonha que fala não teve ao discriminar uma arte que não conhece e por fim diz acusa sem provas, façamos assim então Meu nome é Vitor e meu email é david.vitorleonardo@live.com e o senhor Juarez A. Mendes está convidado a participar do seminário de Kajukenbo que ocorrerá em CG em Abril. Nele estará nosso Sifu e dessa forma poderá comprovar pessoalmente que o senhor está completamente equivocado em seu discurso o senhor pode me enviar um email que eu mesmo farei sua inscrição no evento.
 
Vitor Leonardo David em 25/01/2014 15:58:05
Caro senhor Elcio Muniz:.
Obrigado pelo seu interesse.
Respondendo a sua pergunta, Policiais militares e Guardas municipais em formação, até agora em Campo Grande, Dourados, receberam curso de defesa pessoal em seus currículos e a eles repasso técnicas de auto defesa baseadas em Kajukenbo, adaptadas as necessidades das forças de segurança pública, conforme prevê a lei.
Estamos também em conversações com a Guarda municipal de Ponta Porã, onde ministramos o conteúdo previsto para defesa pessoal aos alunos que se manifestaram querer aprender a modalidade em sua forma regular. 50 alunos se inscreveram e estamos aguardando o início dos treinamentos naquela fronteira com o Paraguai, onde terei o prazer de compartilhar e acompanhar a formação de cada interessado.
Grande abraço.
Sibak Fábio
 
Sibak Fábio Borges. em 24/01/2014 21:51:06
sim,ate para a guarda.
 
joao batista em 24/01/2014 21:30:19
Já assisti e conheço sobre o kajukenbo e posso afirmar que esta é uma Arte Marcial que precede o atual MMA, a mesma busca o que tem de melhor em outras artes e as funde, tornando assim o seu praticante pronto para qualquer terreno!
 
Alexandre de Souza em 24/01/2014 21:08:54
www.youtube.com/kajukenboportugal para mais info
 
Diogo José em 24/01/2014 19:59:29
Deveriam ter vergonha de divulgar esse tipo de arte enganosa que usa termos copiados de outras artes marciais e colocam havaiana como se validasse algo, havai tem uma história pacífica e não possui uma arte marcial forte, nunca teve.
 
Juarez A. Mendes em 24/01/2014 18:14:42
Até a guarda municipal Elcio, venha participar de uma aula, ligue para o sibak, irá gostar bastante. Abraço.
 
Ricardo Almeida em 24/01/2014 18:08:53
Até a guarda municipal!!??
 
Elcio Muniz em 24/01/2014 17:38:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions