A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

27/08/2013 15:48

Campo-grandense busca confirmar favoritismo no Mundial de Judô

Helton Verão
O bronze de Baby na última olimpíada ajudou o Brasil a encerrar sua participação no Judô com quatro medalhas (Foto: Jonne Roriz/AE)O bronze de Baby na última olimpíada ajudou o Brasil a encerrar sua participação no Judô com quatro medalhas (Foto: Jonne Roriz/AE)

O judoca brasileiro Rafael Silva, o “Baby”, entra como franco favorito na categoria acima de 100 kg no Campeonato Mundial de Judô, que está sendo disputado no Rio de Janeiro. Campo-grandense por “dois meses”, ele nasceu na Capital Morena e se mudou para Rolândia (PR) ainda no colo dos pais. Sua estreia deve acontecer no sábado (31).

Rivalidade com um francês - Baby lidera o ranking mundial, mas vê o francês Teddy Riner como um adversário a se bater. "Teddy Riner é o atual campeão olímpico, o cara a ser batido, a gente treina pensando em vencê-lo, claro, sem esquecer os outros. Ele é cinco vezes campeão mundial, é um cara que está entalado. O primeiro lugar no pódio só tem um, e para chegar ali tem que passar por ele. Eu treino muito pensando nisso e o foco mesmo é ganhar dele", revelou Rafael Silva.

Rafael Silva e Teddy Riner já se enfrentaram cinco vezes, todas com vitórias do francês. Na véspera de um Campeonato Mundial em casa, o medalhista de bronze em Londres está otimista, em caso de um novo confronto.

O “campo-grandense” Silva espera vencedor de Marius Paskevicius (LIT) x Iurii Krakovetskii (KGZ), para ai então entrar no tatame no sábado (31).

Carreira - Rafael Silva iniciou o judô aos 15 anos de idade, no Harmonia Tenis Clube, sob as orientações do Sensei Marcos Omori. No ano de 2004, o judoca chamou a atenção dos técnicos do Centro de Excelência Projeto Futuro (Hatiro Ogawa, Alexandre Garcia e Jaime Bragança) após conquistar a medalha de prata nos Jogos Abertos da Juventude. E já em 2005, mudou-se para São Paulo.

Atualmente, “Baby” defende as cores do Esporte Clube Pinheiros, onde recebe toda a estrutura necessária para sua evolução física e técnica. Atualmente, “Baby” defende as cores do Esporte Clube Pinheiros, onde recebe toda a estrutura necessária para sua evolução física e técnica.

Pela primeira vez, o Brasil chega à competição com cinco líderes do ranking. Sarah Menezes no ligeiro (até 48kg), Mayra Aguiar no meio-pesado (até 78kg), Maria Suelen Altheman no pesado (acima de 78kg), Victor Penalber no meio-médio (até 81kg) e o próprio Baby, no pesado (acima de 100kg).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions