A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

09/09/2012 10:35

Competidores encaram tempo seco e calor para correr na "Dê Preferência à Vida"

Nyelder Rodrigues
Comemorando chegada de braços abertos, competidor disparou no final da prova para ganhar preciosos segundos no tempo final (Foto: Rodrigo Pazinato)Comemorando chegada de braços abertos, competidor disparou no final da prova para ganhar preciosos segundos no tempo final (Foto: Rodrigo Pazinato)

As ruas do Parque dos Poderes, em Campo Grande, receberam na manhã deste domingo (9) a 3ª Corrida e Caminhada “Dê Preferência à Vida”, em comemoração aos 177 anos da Polícia Militar (PM) e aos 33 da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito).

Conforme a organização, houve 1,8 mil inscritos para esta edição da competição, que teve como ponto de largada e chegada dos participantes o Palácio Tiradentes, onde fica o Comando Geral da PM, na rua Desembargador Leão Neto do Carmo.

Apesar do forte calor e baixa umidade do ar na Capital, os competidores não se intimidaram e percorreram os 10 quilômetros da corrida ou cinco da caminhada.

Entre estes participantes, está Dario Barbosa Miranda, de 47 anos. Ele conta que há um ano e meio pesava 100 kg, e para perder peso, começou a caminhar. “Depois de um tempo, passei para o trote, e logo em seguida comecei a correr na grama”.

Só em 2012, Dario já participou de duas maratonas – que tem mais de 42 km. A primeira foi a Maratona do Fogo, em Dourados, no dia 1º de julho, enquanto a segunda prova foi a Maratona de Londrina, no dia 26 de agosto.

“Em Dourados meu tempo foi de quatro horas e 15 minutos. Já em Londrina, fiz em quatro horas e três minutos. Nas corridas em Campo Grande, a primeira foi a Corrida do Verde ano passado, que fiz em 54 minutos. Hoje, terminei em 45 minutos. Meu objetivo agora é daqui pra frente ir abaixando esse tempo”, afirma Dario.

Dario pesava 100 kg há um ano e meio, e começou com caminhada, passou para o trote e depois para a corrida. Só tem 2012, ele já participou de duas maratonas (Foto: Rodrigo Pazinato)Dario pesava 100 kg há um ano e meio, e começou com caminhada, passou para o trote e depois para a corrida. Só tem 2012, ele já participou de duas maratonas (Foto: Rodrigo Pazinato)

O corredor, que treina em um percurso de aproximadamente 15 quilômetros que começa no Aeroporto Internacional de Campo Grande e termina na Orla Morena, diz que costuma treinar a noite, mas já pensando no desgaste físico pelo calor e tempo seco, passou a treinar durante o horário de realização da prova.

Já Eliel da Silva Ibarra, que é sargento do 20º Regimento de Cavalaria Blindado do Exército. Segundo ele, o percurso foi tranquilo. “Sempre corro nas corridas envolvendo militares, então foi tranquilo correr hoje”.

Eliel, que terminou a prova em 38 minutos, conta que apesar do calor e tempo seco, a hidratação não foi problema durante a prova. “Treino normalmente, sem nada específico para essas situações. Mas no trajeto, havia postos de distribuição de água. Senti um pouco na subida, mas foi tudo normal”.

Outro competidor, Bruno Modena, já corre há dois anos, com treino feito pelo menos três vezes por semana, e sentiu um pouco mais os efeitos do tempo seco e quente. “Está ruim para correr. Essa foi uma das piores, bem punk”, explica.

Repórter do Campo Grande News, Francisco Junior participou da corrida e ao final fez a pose que ficou famosa por ser usada pelo jamaicano Usain Bolt (Foto: Rodrigo Pazinato)Repórter do Campo Grande News, Francisco Junior participou da corrida e ao final fez a pose que ficou famosa por ser usada pelo jamaicano Usain Bolt (Foto: Rodrigo Pazinato)

Ainda assim, Bruno, que também vai disputar a Volta das Nações e Corrida do Verde, diz que confiou na hidratação dada pela organização da prova para se manter na disputa. “Acho que havia quatro pontos de distribuição, mais ou menos um a cada 2,5 km”.

Repórter atleta - Quem também mais uma vez participou de uma corrida de rua em Campo Grande foi o repórter do Campo Grande News Francisco Junior, que novamente completou o percurso de 10 km.

“Foi duro. Quase morri para terminar”, brinca Francisco, se referindo ao tempo seco e calor. Como já é de praxe, ele não perdeu a oportunidade e posou para foto imitando o jamaicano Usain Bolt, bicampeão olímpico dos 100 e 200 metros rasos.



Meus parabéns ao Sgt Gamon, Sgt Maria Lúcia e toda a equipe da Ciptran por tornar esse evento possível e por incluir definitivamente a "Dê preferencia à vida" no nosso calendário de corridas. Esta prova celebra a interação da nossa gloriosa PM com a sociedade civil. Mais uma vez, parabéns pela organização!!!
 
Cassiano Mota em 10/09/2012 10:51:45
Muito bom! Parabéns a PM-MS e a Cipitran, grande evento. Aumenta o número de adeptos de corrida de rua e caminhada. A população campograndense agradece o fomento ao esporte.
 
CLAUDOMIRO SANTOS em 09/09/2012 04:50:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions