A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/03/2014 11:57

Eliminado, Comercial não pagou salários e ex-funcionários reclamam de descaso

Aliny Mary Dias
Time foi eliminado na primeira fase da Competição (Foto: Divulgação/Comercial)Time foi eliminado na primeira fase da Competição (Foto: Divulgação/Comercial)

A eliminação do Comercial Esporte Clube ainda na primeira fase do Sul-mato-grossense de futebol pode já ter sido superada pela torcida, mas pelo elenco dispensado e por parte da comissão técnica, o assunto ainda está pendente. Tudo porque os salários dos funcionários não foram pagos e há jogadores que estão até dois meses sem receber.

Um ex-funcionário do clube, que preferiu não se identificar por temer represálias, disse ao Campo Grande News que a situação é de desespero para muitos profissionais. “Desde que o time foi eliminado nos prometem datas, mas sempre acontece um problema e nos enrolam”, explica.

Entre os jogadores, o que corre nos bastidores do clube é que aqueles que são de fora de Campo Grande receberam 50% do valor devido e que o restante não foi pago. Já os atletas da Capital, até hoje não receberam os salários.

O mesmo acontece com integrantes da comissão técnica. A espera tem sido desde o último dia 9 de março, data da última partida da 1ª fase do campeonato. “Tem gente passando necessidade porque depende desse dinheiro, sem contar que a gente sabe que tem jogador com até dois meses de sem receber”, explica o ex-funcionário.

Apesar de a presidência do Comercial ser comandada por Luiz Cortez, quem assumiu as finanças do clube ainda na primeira fase do campeonato foi o petista Gildo Oliveira. Conforme os ex-funcionários, na época em que ele assumiu parte da direção, o discurso era de pagamentos em dia.

“Ele disse que agora a história era outra e que tudo seria certo. Isso porque na época os salários atrasavam todo o mês. A promessa não foi cumprida e estamos esperando mais uma vez”, diz.

Ao Campo Grande News, a diretoria do clube reconheceu, por meio da assessoria de imprensa, que os salários estão atrasados. " A Diretoria do Esporte Clube Comercial – MS reconhece o atraso do salário de alguns jogadores e de parte da comissão técnica da temporada 2014, devido ao atraso do repasse de dois patrocinadores, que deve ser sanado até esta sexta-feira", explica a nota.

Campanha – Nas 14 rodadas do Estadual de 2014, o Comercial teve aproveitamento de 36,1%. Foram três vitórias, quatro empates e cinco derrotas. O saldo de gol do time ficou em 15 negativos e o Comercial terminou a primeira fase em 5º colocado com 13 pontos no Grupo A.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions