ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  16    CAMPO GRANDE 22º

Esportes

Em dez anos, futebol de MS recebeu R$ 6,6 milhões dos cofres públicos

Para 2020 estão previstos mais R$ 822,6 mil em repasse da Fundesporte para custear despesas do torneio

Por Gabriel Neris | 13/01/2020 09:59
Lance de Costa Rica e Comercial no vazio estádio Morenão, em Campo Grande (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)
Lance de Costa Rica e Comercial no vazio estádio Morenão, em Campo Grande (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)

Com calendário de competições curto e campanhas pífias em disputas nacionais, o futebol de Mato Grosso do Sul segue a míngua a cada ano. Porém, para cada temporada novos investimentos do Poder Público são feitos na tentativa de resgatar o esporte que se encontra hoje na UTI.

Somente nos últimos dez anos, o Campeonato Sul-mato-grossense recebeu a injeção de pelo menos R$ 6,629 milhões dos cofres públicos.

O valor é referente apenas aos repasses da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul) que auxilio no custeio de arbitragem, hospedagem dos times visitantes, alimentação, entre outras despesas previstas no torneio (confira a tabela abaixo). Para 2020 estão previstos mais R$ 822,6 mil.

Arte: Ricardo Gael
Arte: Ricardo Gael

Os valores não levam em conta as ajudas de prefeituras e governo do Estado para reformas dos estádios. O Morenão, por exemplo, está previsto para receber uma grande reforma superior a R$ 4 milhões de recursos oriundos de fundo administrado pelo Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor).

Mesmo com o investimento, dentro de campo os resultados não apareceram. As campanhas em Campeonatos Brasileiros não surtiram efeitos a ponto de chegar ao acesso e as campanhas na Copa do Brasil não têm sido diferentes.

Mato Grosso do Sul é apenas o 22º colocado no ranking nacional de federações, com 2.059 pontos, à frente apenas de Espírito Santo, Tocantins, Rondônia, Amapá e Roraima. Apenas o Corumbaense aparece entre os 100 primeiros colocados, ocupando a 95ª posição.

A paixão do torcedor também é cada vez menor. Somente em 2019, o público total foi de 36.833 torcedores em 80 jogos, média de 460 “testemunhas” a cada partida. A queda em comparação com a edição anterior foi de 37,2%, quando a média era de 733 torcedores por jogo.

Dentro de campo

O Campeonato Sul-mato-grossense 2020 está previsto para começar no dia 22 de janeiro com Águia Negra x Pontaporanense. A dificuldade em deixar os estádios prontos fez com que alguns jogos ocorram de forma isolada, como este da abertura. No dia 26 de janeiro jogam Corumbaense x Maracaju.

A edição deste ano conta com 10 clubes: Comercial, Aquidauanense, Costa Rica, Operário, Serc, Pontaporanense, Águia Negra, Corumbaense, Cena e Maracaju. Segundo o regulamento, os clubes jogam entre si em turno único na primeira fase. Os oito melhores avançam para as quartas de final e os dois últimos serão rebaixados.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário