A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/09/2013 18:23

No fim, Obina e Fernandão viram para o Bahia contra o Botafogo

Vinícius Squinelo

Quando encontrou Fernandão no primeiro turno, o Botafogo não deve ter gostado nada das boas-vindas. Foi do atacante os dois gols da derrota (2 a 1) no Batistão. Quando Obina era do Flamengo, também andou incomodando o lado alvinegro do Rio de Janeiro. E neste domingo vão dar muita, mas muita dor de cabeça aos torcedores do vice-líder do Campeonato Brasileiro. Com dois gols de cabeça, eles marcaram na virada de 2 a 1 do Bahia, pela 23ª rodada, no Maracanã - Edilson descontou, de falta. Mas há de se destacar que, no segundo gol tricolor, Obina estava em posição irregular. Mas também há que se destacar que o time de Cristóvão Borges foi superior.

O apito final mostrou claramente o que o resultado representava. Botafoguenses com as mãos na cabeça, incrédulos, e tricolores em clima de título, vibrando, se abraçando. Não é para menos: o Glorioso agora está oito pontos atrás do líder Cruzeiro - 42 a 50. Já os baianos, com 31, deixam o Z-4 mais distante, e o sonho do G-4 fica mais perto. No segundo turno, aliás, nenhuma derrota - dois empates e duas vitórias.

Não dá para descansar: no meio de semana as equipes vão para o mata-mata. Na quarta-feira, às 21h50m (horário de Brasília), o Botafogo encara o clássico com o Flamengo, pelas quartas de final da Copa do Brasil, no Maracanã. O Bahia tem uma viagem longa até a Colômbia para pegar o Nacional de Medellím, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. O jogo acontece na quinta, às 21h50m.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions