A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

17/09/2013 18:46

Operário não consegue quitar dívidas e não mandará mais jogos na Capital

Helton Verão
Torcida não compareceu como esperava os dirigentes. A casa agora é o Ninho da Águia, onde o time não vai ter gastos (Foto: Helton Verão)Torcida não compareceu como esperava os dirigentes. A casa agora é o Ninho da Águia, onde o time não vai ter gastos (Foto: Helton Verão)

O Operário Futebol Clube irá mandar seus próximos jogos no Campeonato Sul-Mato-Grossense da Série B no estádio Ninho da Águia, em Rio Brilhante. Tudo porque o clube não conseguiu arcar com os compromissos financeiros que selou com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Quem confirma a informação é o presidente do clube, Toni Vieira, que lamentou o fracasso de público nos jogos em que mandou no Morenão. “Estávamos na expectativa com a renda dos jogos pagar as parcelas que fizemos com a UFMS e os gastos com cada partida”, comentou Vieira.

De acordo com o presidente foram feitas cinco parcelas de R$ 2,8 mil para quitar as dívidas e poder voltar jogar no Morenão, mas nenhuma delas foi paga. “Tem esses valores, ainda as dívidas do último jogo de mando nosso, quando tomamos o prejuízo de R$ 1,4 mil”, revela Toni.

Dirigentes e torcida pretendem fazer uma ação entre amigos param pode arrecadar fundo e pagar em dia os salários dos jogadores. “Prioridade é não atrasar os compromissos com os jogadores”, ressaltou o presidente.

Jogando em Rio Brilhante, o clube não vai ter dívida nenhuma, garante o mandatário alvinegro.

O Operário está classificado para a próxima fase do Estadual, e na rodada do fim de semana joga no Morenão, mas o mando é do MS Saad. A partida será apenas para cumprir tabela, já que o Galo está com o primeiro lugar garantido e o Campo Grande não joga mais nesta fase.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions