A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/09/2013 17:38

Seleção não perdoa e faz 6 a 0 na Austrália

Vinícius Squinelo
Brasil jogou em ritmo de treino neste sábado (foto: Globoesporte)Brasil jogou em ritmo de treino neste sábado (foto: Globoesporte)

O clima de manifestação em Brasília, o gol logo no começo do jogo e o bom futebol poderiam induzir o torcedor mais desavisado a achar que ainda estava na época da Copa das Confederações. Mas, no reencontro da Seleção com a capital federal, onde teve início a campanha que culminou no título da competição internacional em julho, as novidades da equipe de Luiz Felipe Scolari foram o verdadeiro destaque na vitória por 6 a 0 sobre a Austrália, neste sábado.

Sem Hulk, Daniel Alves, Fred e Oscar, lesionados, Felipão apostou em Maicon, Ramires, Bernard e Jô, e foi recompensado com boas atuações do quarteto. O atacante do Atlético-MG brilhou ao marcar os dois primeiros gols da Seleção, enquanto o agora meia do Shakhtar se destacou e saiu aplaudido. Ramires, de volta após ser cortado da Copa das Confederações, também foi bem e ainda deixou sua marca. Por fim, Alexandre Pato, outro de volta ao time, aproveitou a chance e balançou as redes. De normal, só Neymar, mais uma vez atuando em alto nível e marcando um gol. Luiz Gustavo completou o placar.

Fora de campo, também houve momentos familiares. O clima de manifestação, presente durante toda a Copa das Confederações, reapareceu, embora a barreira feita pelos policiais nos arredores do Mané Garrincha tenha conseguido evitar que os protestantes chegassem perto da arena. Dentro do estádio, porém, o clima não foi igual ao da vitória sobre o Japão em junho, muito por conta das arquibancadas, que não ficaram lotadas - ao todo, 40.996 pessoas estiveram presentes para acompanhar o jogo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions