A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


06/02/2015 06:00

População chia e vereadores querem rever Guarda no trânsito

Edivaldo Bitencourt

O cara – O ex-coordenador do Fundo de Investimentos Culturais, Edilson Aspet Azambuja, tem grande habilidade para manter empregado no poder público. Após gerir os recursos da cultura por quase oito anos, ele passou a ser hábil gestor na área de saúde e foi indicado para comandar o Hospital Regional de Ponta Porã.

Fanfarra – Edilson Aspet Azambuja é investigado pelo Gaeco por desvio de recursos da Fundação de Cultura. Ele, literalmente, gostava de um barulho e foi coordenador da área de fanfarras na pasta.

O motorista – O Governo passado substitui Aspet por Reginaldo Pereira Peralta. Antes de assumir a gerência do FIC, uma das principais fontes de financiamento da cultura no Estado, ele era motorista na Fundação de Cultura.

Polêmica – Os vereadores não estão gostando da atuação ostensiva dos guardas municipais no trânsito de Campo Grande. Eles querem rever a atuação dos profissionais, que passaram a reforçar a atuação dos agentes municipais de trânsito, os amarelinhos.

Constrangidos – Moradores passaram a procurar a Câmara para reclamar dos guardas municipais. Segundo Chiquinho Telles (PSD), eles estariam multando até o cidadão que anda com o farol apagado às 18h, apesar de escurecer após as 19h30.

Despedida – O vereador Elizeu Dionízio (SD) entrega, nesta sexta-feira, a carta do pedido de afastamento da Câmara Municipal. Ele assume a vaga do deputado federal Márcio Monteiro (PSDB), que se licenciou para assumir a Secretaria Estadual de Fazenda.

Mais um – A vaga de Dionízio ficará com Francisco Nascimento, o Saci. Na despedida, ontem, Elizeu afirmou que a Câmara não perde um parlamentar, mas ganha um vereador na Câmara dos Deputados.

Algoz – Saci vai estrear com um inimigo declarado no legislativo municipal. Alceu Bueno (PSL) não perdoa o novo parlamentar pela ação para cassar-lhe o mandato de vereador. Ele chegou a fazer uma representação contra Saci pela ofensiva na Justiça para lhe tirar o seu cargo de vereador.

Expectativa – O secretário municipal de Infraestrutura, Valtermir Alves Brito, terá papel fundamental na segunda-feira. Ele poderá sepultar de vez, conforme as explicações, qualquer iniciativa da oposição em instalar a CPI para investigar a operação tapa-buracos.

Homenagem – O presidente da Assembleia Legislativa, Junior Mochi (PMDB), sancionou lei que faz homenagem a Carlos Puccinelli. Ele dará a denominação para o trecho da MS-112, entre Cassilândia e Inocência.

Pré-carnaval – O lançamento da festa de Carnaval na Capital, previsto para hoje, vai custar R$ 71,5 mil aos cofres públicos. O contrato com a Guaicurus Produções, que prevê apresentação da Gilmelândia, foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira.

(colaborou Michel Faustino, Juliene Katayama e Filipe Prado)

DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions