A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


22/11/2014 07:00

Reforma define dois nomes fortes no primeiro escalão da prefeitura

Edivaldo Bitencourt

Sinalização – A equipe de transição continua definindo os interlocutores em cada área que podem assumir cargos no governo tucano. O jornalista Bosco Martins, que é da do PSD, pode voltar a comandar a TV e rádio estatal.

Cultura – O ex-vereador e presidente regional do PPS, Athayde Nery, foi escalado para a Fundação Estadual de Cultura. No entanto, o nome do dirigente enfrente resistência na classe artística para assumir o comando da área cultural e suceder Américo Calheiros.

Coringa – Já o atual presidente municipal do PSDB, Carlos Alberto Assis, ficou responsável por dois órgãos: Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e Fundesporte (Fundação Municipal de Desportos). Neste caso, persiste a dúvida sobre qual órgão ficará sobre seu comando no novo governo.

Conselho – O governador André Puccinelli (PMDB) foi claro no recado aos deputados estaduais da sigla. Ele disse que não devem pedir nem indicar ninguém para ocupar cargos no primeiro escalão. No entanto, o apoio à administração de Reinaldo Azambuja (PSDB) está garantido, no início.

Caridade – Devota de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, a presidente do Instituto Municipal de Previdência, Lilliam Maksoud, fez questão de doar 200 quilos de alimentos para o santuário da santa na Capital. Ela pegou um terço dos 600 quilos arrecadados durante a Corrida do Servidor. A igreja distribuiu os alimentos entre nove instituições.

Acorda Ribas – Revoltados com a farra com as diárias, os moradores de Ribas do Rio Pardo prometem “acordar” a cidade contra a corrupção. O protesto contra os vereadores acontecerá na terça-feira. Dos nove vereadores do município, sete foram afastados pela Justiça.

Controvérsias – A utilização de armas pela Guarda Municipal ainda deve causar muita polêmica. A prisão de um policial militar pelos agentes municipais na semana passada será acompanhada pela Comissão de Direitos Humanos da OAB/MS.

Mudança – Olarte confirmou, ontem, a exoneração de João Alberto Borges dos Santos da Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano). Substituído por Heitor Pereira de Oliveira, ele preferiu a aposentadoria a continuar como adjunto na pasta.

Reforma – A reforma no primeiro escalão deve continuar nos próximos dias. No cargo há oito meses, o prefeito deve substituir o secretário municipal de Receita, Ricardo Vieira Dias. A pasta pode ser anexada à Secretaria de Planejamento, sob o comando de André Scaff.

Fortes – Dois nomes ganham força com a mudança no primeiro escalão de Olarte. O primeiro é Valtemir Brito, o Caco, que comanda a "poderosa" Secretaria de Obras e continua acumulando a chefia de Gabinete. O outro é Scaff, que pode ganhar ao status de supersecretário com a união das secretarias de Receita e Planejamento.

(colaborou Leonardo Rocha e Ludyney Moura)

Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions