ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  01    CAMPO GRANDE 27º

Jogo Aberto

Resende e José Mauro são voto vencido em reunião

Por Nyelder Rodrigues, Marta Ferreira e Gabriela Couto | 19/06/2021 07:00
Inclusão de comerciários, bancários e jornalistas como prioridade não foi permitida em reunião de secretários de Saúde (Foto: Divulgação)
Inclusão de comerciários, bancários e jornalistas como prioridade não foi permitida em reunião de secretários de Saúde (Foto: Divulgação)

Voto vencido - Secretário de Saúde de Campo Grande, José Mauro Filho acabou revelando que apenas ele e o chefe da pasta estadual, Geraldo Resende, foram favoráveis à imunização prioritária de jornalistas em reunião com secretários de todo o Estado. Os representantes de outros municípios acharam que a categoria não deveria ser incluída nas prioridades.

Fora do ar - Além disso, os secretários também deram negativa para inclusão de bancários e comerciários nesses grupos, conforme relatado em matéria publicada no site oficial da Saúde estadual. Contudo, menos de uma hora depois, o texto foi retirado

Xô, covid - Apesar da rotina pesada, enfrentada na pandemia, Resende encontra um tempinho em alguns momentos do dia para se manifestar em grupos do WhatsApp. Dia desses, ele comemorava notícia do Jornal Nacional apontando Mato Grosso do Sul como estado líder na vacinação. "Essa é a briga em que todos ganham"

A jato - A empresa de limpeza Água Live Lavanderia e Conserto de Roupas LTDA foi contratada por R$ 19.325,72 para realizar os serviços de lavanderia apenas do Fórum de Campo Grande, conforme consta em publicação no Diário da Justiça.

Ninguém quis - O ordenador da despesa é o desembargador Carlos Eduardo Contar, presidente do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), que fez a contratação sob justificativa que fez a escolha dispensar licitação. Não houve  interessados além da contratada.

Nem lá - Ex-ministro e ex-deputado federal, Luiz Henrique Mandetta   (DEM) segue se colocando como possível candidato à Presidência da República, mesmo que seu partido, o DEM, hoje ainda transpareça apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Nem cá - Em entrevista ao UOL, Mandetta aposta em terceira via, rechaçando os que escolhem o caminho do lulopetismo ou do bolsonarismo - do qual foi seguidor até sair do Ministério da Saúde. "Os dois são opressão de estado, essa agenda que a gente acorda e pensa: qual será o problema do dia?", frisou.

Exclusivo - O deputado estadual Carlos Alberto David, o Coronel David (sem partido), anunciou em sua rede social que Bolsonaro estará novamente em Mato Grosso do Sul no dia 30 deste mês para inaugurações no Estado. A novidade pegou de surpresa até apoiadores que constantemente aparecem ao lado do presidente nos atos públicos

Vem para? - Segundo o parlamentar, Bolsonaro deve participar da inauguração em Ponta Porã do radar de vigilância do Sisceab (Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro), que será usado no controle de tráfego aéreo na fronteira.

Sumiu - Há um mês, o presidente fez a entrega de 2,1 mil títulos de terra a mais de 300 famílias que vivem no assentamento Santa Mônica, em Terenos. Davi estava lá e apareceu no  meio da multidão que cercou o presidente.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário