ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 29º

Arquitetura

Com R$ 50,00, pai e filha deram “up” em quintal com piscina de palete

No Jardim das Hortências, família realiza sonho de ter piscina e área de lazer para garantir o bronzeado no Verão

Por Thailla Torres | 14/01/2020 07:25
Área de lazer de uma família do Jardim das Hortências, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis)
Área de lazer de uma família do Jardim das Hortências, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis)

Foi pela vontade de ter uma área de lazer em casa e garantir o bronzeado, que a cabeleireira Bruna Riquelme Marques e o pai elaboraram um espaço de 16m² com piscina feita de palete e outros materiais reaproveitados.

Antes de começar a “reforma”, Bruna adianta que já possuía a piscina estruturada de 2 mil litros, que na internet custa aproximadamente R$ 200,00 uma nova. Sem orçamento para investir pesado em uma área de lazer, ela decidiu criar um espaço com pouco.

O terreno no Jardim das Hortências abriga além da casa e do salão de Bruna, a residência dos pais. O restante do quintal é reservado para receber os veículos dos familiares. “Sobrou então esse espaço pequeno entre uma casa e outra. Eu era maluca de vontade de ter uma piscina em casa, mas sabia que não havia como construir pela falta de espaço. Como eu já tinha essa piscina de plástico, decidi então usar a imaginação”.

Área com piscina foi feita de palete por pai e filha. (Foto: Paulo Francis)
Área com piscina foi feita de palete por pai e filha. (Foto: Paulo Francis)
Estrutura garante a diversão e o bronzeado da família. (Foto: Paulo Francis)
Estrutura garante a diversão e o bronzeado da família. (Foto: Paulo Francis)

Bruna viu na internet que era possível construir uma estrutura de palete e aproveitar melhor a piscina. O pai logo entrou na dança e, durante alguns dias, junto da filha, construiu uma área de lazer que agora serve para refrescar a família nos dias de calor.

O primeiro passo foi saber a quantidade necessária de palete para a compra. Bruna gastou cerca de 10 para desmontar um por um e montar a estrutura. “Como há espaço entre uma ripa e outra, é necessário desmontar e pregar tudo fechadinho, para ficar mais bonito e trazer aparência de deck”, explica a cabeleireira.

A madeira revestiu a estrutura da piscina de plástico e também serviu para fazer uma cobertura, removível, que nos dias de sol é retirada e vira maca para os bronzeados de Bruna.

O local ainda recebeu decoração da cabeleira, que é artesã e costuma fazer as próprias fantasias de Carnaval. Com vasos de barro ela elaborou uma pequena fonte, os filtros dos sonhos pendurados nas plantas também foram feitos por ela e até o teto de uma casinha de cachorro foi para na parede para abrigar caixotes e decorações. “Eu gosto muito de reaproveitar materiais na decoração. Tive a sorte de ter o meu pai comigo nessa e conseguir ter uma piscina em casa. No dia em que eu falei para ele a minha ideia, no outro ele já estava pronto com os pregos, martelo e serra para garantir a nossa reforma”.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563

Fonte feita com vasos por Bruna. (Foto: Paulo Francis)
Fonte feita com vasos por Bruna. (Foto: Paulo Francis)
Filtro dos sonhos também feito por ela. (Foto: Paulo Francis)
Filtro dos sonhos também feito por ela. (Foto: Paulo Francis)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário