A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

30/09/2018 07:35

Angela Maria não resiste à infecção e morre aos 89 anos

Cantora completou 70 anos de carreira

Bruna Pasche
Cantora estava nos palcos desde 1951. Foto: Thiago Duran/AgNewsCantora estava nos palcos desde 1951. Foto: Thiago Duran/AgNews

A cantora Angela Maria, 89, morreu na noite de sábado (29), depois de 34 dias internada no Hospital Sancta Maggiore, na Mooca, em São Paulo. Ela não resistiu a uma infecção bacteriana no ano em que completou 70 anos de carreira.

Abelim Maria da Cunha, seu nome de batismo, nasceu em Conceição de Macabu, distrito de Macaé (RJ), e começou a cantar na igreja desde muito nova com seus irmãos. A carreira começou em programa de calouros onde buscava o sonho de ser artista de rádio, mesmo contra a vontade da família.

O nome Angela Maria foi adotado para não chamar atenção da família, mas logo foi descoberta por grandes compositores como Erasmo Silva e Jaime Moreira e levada para rádio Mayrik Veiga, onde ficou conhecida como “rainha do rádio”. Angela deixou de lado as interpretações e desenvolveu seu próprio estilo influenciando outros grandes cantores.

“Babalú” foi um de seus maiores sucessos gravado em um dos seus mais de 100 discos ao longo da carreira. O último disco gravado foi o “Angela Maria e as canções de Roberto & Erasmo”.

Angela deixa quatro filhos. Sua morte foi anunciada na madrugada deste domingo (30), em um vídeo postado por seu marido, Daniel D’ Angelo, o assessor da cantora, Rodrigo Giglio, e de Alexandre, um dos filhos. Na postagem, o marido conta que ela estava sofrendo muito no hospital e acabou não resistindo.

O post foi lotado por comentários de fãs lamentando a morte e prestando homenagens a Angela. Vários artistas, como Alcione, também usaram as redes sociais para homenageá-la.

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.