A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

29/04/2014 16:20

Com mais de 100 atrações, Festival América do Sul será aberto amanhã em Corumbá

Ângela Kempfer
Estrutura montada para Festival que começa amanhã. (Foto: Divulgação) Estrutura montada para Festival que começa amanhã. (Foto: Divulgação)

Corumbá abre nessa quarta-feira, às 19h, a 11ª edição do Festival América do Sul, evento já reconhecido como o maior evento do tipo no Estado. Serão cinco dias com música, literatura, poesia, teatro, artes plásticas, dança e audiovisual de representantes do Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Além do palco principal, que receberá os maiores shows da festa, haverá atividades na Feira dos Países, na Praça Generoso Ponce, na avenida Marechal Cândido Rondon, no Moinho Cultural Sul-Americano, no Centro de Convenções do Pantanal, no Sesc e nas ruas de Corumbá.

Este ano, o festival tem oficina de Viola de Cocho e Siriri, instrumento e dança tradicionais da região pantaneira. A diversidade de atrações é tamanha, que é possível encontrar expressões como dança de rua e o mágico Doug Style, que misturar street dance com magia.

Nas artes plásticas, o evento apresenta as exposições “Corumbá – O Pantanal, sua Gente e os Seres que aí Permeiam”, “A Gravura de Lasar Segall – Poesia da Linha e do Corte” e Nosotros - América Latina Jovem, Urbana e Contemporânea”.

Veja a programação musical do Palco das Américas, divulgada pela assessoria do festival:

Dia 30 de abril

20h - Los Masis (BOL) -Formado em 1969 – a partir da língua de origem Quechua na Bolívia, representa a irmandade na música – em pouco tempo tornou-se lenda das canções folclóricas andinas.

21h - Karina Marques (MS)
Karina Marques leva para o palco do América do Sul um show que mescla seu trabalho autoral com o de intérprete, incluindo no repertório músicas de outros artistas de MS e artistas de renome nacional. Samba-rock e pop darão o tom do show que promete animar o público de Corumbá.

22h Erasmo Carlos (BRA)
Em seu novo show “Gigante Gentil”, o Tremendão apresenta novas canções em belas parcerias, além de cantar seus clássicos “Sentado à Beira do Caminho”, “Mulher” e “Gatinha Manhosa” entre seus rocks “Minha Fama de Mau” e “Festa de Arromba”. Erasmo nos mostra mais uma vez que é um artista em ebulição.

Dia 1º de maio

20 h - Tonico da Viola (MS)
Considerado um dos grandes sambistas de Mato Grosso do Sul, com um toque de romance em suas letras e a cadência do samba de raiz, com sua voz potente e imponente, acompanhado do seu violão, tem em suas apresentações a preocupação de levar ao público um repertório com seus melhores conteúdos.

21 h - Dante Ledesma (ARG)
Argentino residente no Brasil, Dante Ledesma é considerado uma das vozes mais importantes da América do Sul. Com canções que traduzem o sentimento do povo sul-americano, já viajou por todo o mundo divulgando sua latinidade e sua música foram gravadas inúmeras vezes por intérpretes brasileiros.

22 h - Fundo de Quintal (BRA)
Fundo de Quintal é a melhor tradução da frase: “Aconselho a você, que seja sambista também”. Todo sambista é um pouco "Fundo de Quintal" - são 35 anos de sucesso na Música Popular Brasileira. Não é a toa que ele é, reconhecidamente, o grupo do gênero mais premiado e respeitado da história. Fundo de Quintal, 35 anos - Samba de Verdade vai comemorar com muita festa a trajetória bem-sucedida do grupo.

Dia 2 de maio

20 h - Giani Torres (MS)
Tipicamente brasileiro, o novo trabalho de Giani Torres “Como Bolhas, Água e Sabão“ promete um repertório empolgante e introspectivo. A artista vem se destacando como um dos grandes nomes da nova geração de artistas sul-americanos.

21h15 - Filipe Catto (BRA)
Um dos grandes destaques da nova geração de intérpretes nacionais, rapidamente emplacou sucessos nas novelas e arrasta grande público por onde passa. Sua voz é singular e sua forma de cantar tem atraído grande público nas apresentações.

Ana Prada (URU)
Artista do Uruguay – revelação e ganhadora de importantes prêmios como Graffitti, na Argentina no cultuado prêmio Carlos Gardel como artista revelação Folclore. Um dos grandes destaques da nova geração de artistas sul-americanos.

23 h - Paulinho da Viola (BRA)
A música de Paulinho da Viola representa um universo particular dentro da cultura brasileira. Um show recheado de clássicos da MPB e uma das maiores atrações da Música Brasileira.

Dia 3 de maio

20 h - Haiwanna (MS)
Banda formada em 1997 com fortes influências do rock brasileiro. Nesse show faz uma mescla de seus clássicos sucessos e de grandes nomes da música dos anos de 1980.

21 h - Dani Black (BRA)
Um dos destaques da nova MPB, filho de Tetê Espíndola e Arnaldo Black, o artista vem se consagrando em premiações e festivais por todo o país. Ele tem uma linguagem autoral, com canções que vão do pop radiofônico até música africana.

Lisandro Aristimuño (ARG)
É um músico e cantor argentino. Seu reconhecido estilo mistura influências do rock e pop, além de música eletrônica com gêneros tradicionais como o folclore.

23h - Maria Gadu (BRA)
Um dos grandes nomes da MPB. Voz que tem grande destaque na nova geração de cantores brasileiros, Maria Gadu vive se reinventando e trazendo belas surpresas em seus shows, que são grande sucesso de público e crítica.

Dia 4 de maio

20 h - Forrózen (MS)
A Banda celebra influências de artistas como Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Zé Ramalho entre tantos outros nomes da música tipicamente nordestina do país.

21 h - Afroreggae (BRA)
Fruto das oficinas de música e dança do AfroReggae, propõe uma nova pegada musical para interferir na cena da música brasileira. A inspiração para as composições próprias e demais escolhas do repertório sofrem influências do Reggae, Disco, Soul, Miami Bass e Rap, que conferem ao grupo a personalidade de uma banda de reggae com influências do samba, rock e funk.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.