A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Setembro de 2017

17/08/2017 06:05

Abandonado pelos donos, Negão se tornou companheiro dos clientes em espetinho

Thailla Torres
O cão vira-lata é um dos abandonados que encontraram o bom coração de Eder pelo caminho. (Foto: João Paulo Goncalves)O cão vira-lata é um dos abandonados que encontraram o bom coração de Eder pelo caminho. (Foto: João Paulo Goncalves)

Ninguém sabe ao certo a idade de Negão, mas há um ano ele foi adotado por Eder Nantes de Souza, dono de um espetinho na Vila Margarida. O cão vira-lata é um dos abandonados que encontraram o bom coração de Eder pelo caminho. De tanto ver os animais perambulando, ele sempre colocou um pratinho de comida e abrigo no estabelecimento para servir de moradia e, aos poucos, foram conquistando também a clientela.

Casado, pai de 3 filhos e 2 poodles, aos 51 anos Eder sente por não dar conta de abrir a casa para todos os cachorros da rua. "Eu fico de coração partido. Se pudesse levava todo mundo comigo, cuidava e distribuía amor para o resto da vida".

Negão recebendo carinho de um cliente.Negão recebendo carinho de um cliente.

Mas para não deixar os cães desamparados, comida e caixas de papelão são colocadas ao lado das cadeiras. Antigamente, tudo ficava bem na porta do estabelecimento, mas alguns clientes reclamavam. "Infelizmente, tem gente que não gosta. Por isso coloquei no cantinho. Mas da hora que abro, até o fechamento, o Negão está entre ele", conta.

Além do Negão, existe o Arrepiado, cãozinho que também foi deixado por um família que morava na Rua Naviraí. "Eles se mudaram e deixaram o coitadinho aqui. Mas hoje por conta da chuva ele deve estar perambulando, mais tarde ele volta".

Quando um cliente chega, Negão é o primeiro se achegar para receber um carinho. "Todo mundo brinca, conversa com ele e mão. As vezes ele chega e já vai deitando no colo. São poucos clientes que não gostam e falam para eles saírem, mas fico feliz que aqui ninguém maltrata".

Depois de ser adotado, Negão começou a pintar e bordar na casa de Eder. "Enquanto a gente trabalha, ele entra, deita e dorme. As vezes, quando fecho, ele ainda não saiu, então deixo ele dormir lá dentro. É um figura". 

De tão carinhoso, alguns clientes já pediram o cão de presente. "Muita gente pede para levar embora, mas eu só aceitaria se conhecesse bem e me dessem a garantia que não abandonariam os bichinhos. Porque eles já sofreram muito na rua".

Caso fossem adotados por outros, o dono admite a saudade. "A gente já se acostumou e eles se tornaram meus companheiros de trabalho", diz.

Eder mantém o espetinho há 20 anos  na Vila Margarida. Começou com o estabelecimento para ficar mais tempo ao lados dos filhos e da família. E aos poucos quem foi chegando se tornou um cliente fiel e amigo dos cães. "Realmente fico muito feliz. É uma demonstração de carinho e a gente também não fica sem eles porquê também são nossos amigos", diz.

Quem quiser conhecer o Espetinho do Edinho que fica na Rua Navirai, 595, Vila Margarida. O Horário de funcionamento é das 17h a meia noite de terça a sábado.

Esse é o Negão que já pinta e borda dentro da casa de Eder. (Foto: João Paulo Goncalves)Esse é o Negão que já pinta e borda dentro da casa de Eder. (Foto: João Paulo Goncalves)



Parabens pela atitude Sr Eder, Negao e lindao. Tambem amo os animais.
 
Lene em 17/08/2017 08:32:49
Parabens Sr. Eder pela atitude e amor pelos animais. Negao e lindo
 
Lene Nogueira em 17/08/2017 08:27:21
imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.