ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SÁBADO  27    CAMPO GRANDE 28º

Comportamento

É “pecado” excluir ou bloquear a própria mãe no Facebook?

Por Ângela Kempfer e Paula Maciulevicius | 25/11/2013 06:11
Enquete no Facebook dividiu opiniões.
Enquete no Facebook dividiu opiniões.

Depois dos namorados, as mães parecem ser as que mais sofrem hoje nas redes sociais. Quando ficam assustadas com as postagens dos filhos, muitas não pensam duas vezes antes de mandar um puxão de orelhas in box e acabam bloqueadas.

Em uma enquete rápida, os filhos se dividem entre achar normal ou ruim ter como seguidora a própria mãe. Gislene Cardoso diz que nunca teve qualquer problema por estar na lista do filho e acha que “se a mãe souber respeitar o espaço', sim, não há empecilho.

Já Marcio Sunsin vai no caminho oposto. “Acho que não, só se tivermos dois face”.Vanessa Ardaia complementa a relação de pessoas que devem ser barradas nas redes sociais: “nem a tia”.

Quem é mais esperto, no lugar de excluir, coloca a mãe como “conhecida” e na hora de postar as fotos ou os comentários mais comprometedores, trata de escolher a opção "amigos exceto conhecidos".

Valeska Amaral acompanha os dois filhos pelo Facebook, um rapaz de 21 anos e uma adolescente de 17 e jura nunca ter enfrentado nenhuma resistência. A vantagem é que “eles são muito companheiros”, diz. Mesmo assim, tem um código de conduta para evitar dos filhos de pagar mico. “Geralmente não curto nem comento. Porém, quando acho algo inapropriado, falo com eles in box”, explica.

Vetada - Dia desses, a surpresa da esteticista Rosy Oliveira, de 42 anos, foi saber que não pertencia mais à lista de amigos no Facebook do filho de 16 anos. O adolescente está morando em Rondonópolis (MT) para estudar Engenharia Mecânica e, desde então, parte da saudade era resolvida pelas redes sociais.

A mãe veio saber da exclusão por uma tia, que ligou para elogiar o quão bonito estava o garoto em uma das fotos. “Eu fui ver e ele não aparecia para mim. Pedi para o meu outro filho ver e ele aparecia. Era no meu e do meu marido. Ele tinha excluído”, narra.

O desespero foi tamanho que ela ligou para o menino por várias vezes. “Ele estava em aula, mas eu mandei uma mensagem e falei para ele sair e me atender”. Do outro lado da linha, claro, o estudante levou o maior susto, pensando que fosse algo urgente.

“Eu disse meu filho como que você exclui a sua mãe? Me exclui assim, da sua vida? Olha eu fiquei arrasada, a gente pensa tudo, ele não quer saber de mim. Ou está aprontando e não quer que eu descubra”.
O filho de Rosy não sabia do episódio e justificou que um amigo, na “zoeira”, excluiu mais de 40 amigos da rede social do estudante. No "bolo" estava a mãe, garante o filho.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário