A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

30/06/2018 07:25

Entusiasmo verde e amarelo é uma das demonstrações de afeto de Marmita ao bairro

Thaís Pimenta
Borracharia fica na esquina da Av. Gen. Alberto Carlos Mendonça Lima com a Prefeito Ludio Martins Coelho. (Foto: Paulo Francis)Borracharia fica na esquina da Av. Gen. Alberto Carlos Mendonça Lima com a Prefeito Ludio Martins Coelho. (Foto: Paulo Francis)

Há quatro anos, Amauri Rios, o Marmita, dona da Borracha Mania, no bairro São Conrado, decidiu que seria bacana homenagear seus clientes e, junto, mostrar sua torcida para o Brasil na Copa. No muro da borracharia, uma pintura em que traz "Welcome Santa  Emília & São Conrado, Borrachamania rumo ao Hexa, Copa da Rússia 2018" chama atenção de quem passa pela movimentada avenida Prefeito Ludio Martins Coelho.

Junto, estão a logomarca da marca da borracharia e um mascote com o tema da copa. No boné do personagem, o "2018" marca a data da vitória e uma bandeirinha brasileira na "mão" deixa claro pra qual seleção a borracharia torce. A praça Vermelha, da Rússia, foi pintada com delicadeza para trazer ainda mais referências do momento atual.

Marmita era caminhoneiro e quando veio para o bairro abrir o negócio, diz que foi muito bem recebido e por isso retribui sempre que pode. Corinthiano roxo, ele conta que desembolsou R$ 400,00 para que o pintor criasse a nova arte para ele.

Marmita é figurinha conhecida na região. (Foto: Paulo Francis)Marmita é figurinha conhecida na região. (Foto: Paulo Francis)

"Eu sabia que queria homenagear os bairros que me receberam nessa cidade, falando pra eles se sentirem bem vindos aqui. Também queria o mascote da borracharia e o da Copa, o resto foi tudo da criatividade dele, e eu achei que ficou melhor do que eu imaginava".

Amauri diz que tem um amor especial pelo São Conrado porque, depois de mudar por duas vezes com a borracharia, primeiro na Pedro Celestino, depois no Caiçara, foi ali que conseguiu firmar uma clientela de peso. "Eu já morava em Campo Grande, mas trabalhava na Friboi como carreteiro, levando aquelas carretas de dois andares cheia de gado. Saí por conta da segurança, por mais qualidade de vida. Voltei pra me fixar na cidade mas só mesmo nesse bairro que senti vontade de montar minha casa", explica.

O bairro novo dá oportunidade de que os moradores cresçam junto com ele. "Eu fiquei muito conhecido aqui e acho que isso que é bacana, poder crescer junto com a região. Meus clientes, quando não tem dinheiro, eu deixo pagar depois, sem problemas, porque aqui todo mundo se conhece".

Corinthiano, ele diz que seu amor pelo futebol é moderado, mas há quem diga o contrário. (Foto: Paulo Francis)Corinthiano, ele diz que seu amor pelo futebol é moderado, mas há quem diga o contrário. (Foto: Paulo Francis)

O artista contratado fez o símbolo do Corinthians no quarto do empresário há cerca de oito anos e agora voltou para homenagear a Copa. O valor desembolsado já está sendo recompensado com os clientes que chegam por conta do chamativo muro. "Tem gente que pára pra tirar foto, entra aqui, já conhece nosso trabalho, tem tido uma aceitação muito bacana".

Foram dois dias pintando o muro que já chama atenção da galera há uma semana. Por isso, Marmita deixa a dica: "os clientes gostam de se sentir valorizados, então vale a pena dar um agrado para eles, que merecem sim. Isso acaba atraindo mais clientela".

Claro que o empresário não espera que o Brasil perca a Copa. "Acho que o hexa vai ser nosso, a seleção, num todo, tá jogando bem", diz ele. Mas, se perder, ele vai manter o muro do jeitinho que tá, pelo menos por mais um ano. "É uma homenagem aos bairros, antes de tudo", completa.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

 

Quem passa por ali não tem vergonha não e até para pra tirar a foto selfie perfeita! (Foto: Paulo Francis)Quem passa por ali não tem vergonha não e até para pra tirar a foto selfie perfeita! (Foto: Paulo Francis)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.