A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

20/01/2017 06:10

Irmãs fazem tatuagem para provar que diferença de idade nunca foi problema

Thailla Torres
Símbolo significa que, seja onde for, as irmãs estão juntas. (Foto: Arquivo Pessoal)Símbolo significa que, seja onde for, as irmãs estão juntas. (Foto: Arquivo Pessoal)

Inseparáveis. É a palavra que define a relação de Francyelle e Izabela desde que uma surgiu na vida da outra. Com 10 anos de diferença, as irmãs não escondem o amor que sentem e decidiram registrar de uma vez a união, agora marcada na pele.

Para elas, a diferença de idade nunca foi um problema, só um motivo para ficarem ainda mais perto. Quando Francielly de Mello Pereira, de 22 anos, nasceu, Izabela Mello Pereira, 32, só teve motivos para felicidade. As irmãs juram que nunca existiu ciúme, só um amor incondicional, desde a infância, quando uma aprendeu com a outra o significado de irmã. 

"Quando eu era pequena, era um época complicada, minha mãe precisava trabalhar bastante fora de casa e minha irmã foi quem sempre me cuidou. Nunca se importou de me dar banho, levar na escola e brincar comigo. Era ela quem me cuidava enquanto nossa mãe precisava sair para o trabalho", recorda a acadêmica Francyelle.

Pela diferença, a caçula admite que tinha vontade de fazer tudo ao lado da irmã e, surpreendentemente, ela não se importava. "Tudo que ela ia fazer, eu queria ir com ela. Mas era muito pequena, sempre que ela podia me levava. E isso deixou tudo ainda mais firme entre a gente", conta.

Irmãs ao lado da família. (Foto: Arquivo Pessoal)Irmãs ao lado da família. (Foto: Arquivo Pessoal)

Por isso, o desenho escolhido foi o costume de cruzar os dedinhos, sempre na promessa de estarem uma ao lado da outra. "É um amor incondicional mesmo. Minha família é tudo pra mim, minha irmã é minha melhor amiga e a tatuagem era algo que a gente pensou faz tempo e agora decidimos eternizar", explica Francyelle. 

Por ser a irmã mais nova, ela descreve o sofrimento quando viu a irmã ir para longe pela primeira vez. "Ela cresceu e foi morar fora. Foi o momento mais difícil da minha vida, eu queria abraçá-la, estar com ela e não conseguia", descreve.

Longe de casa, Izabela passou dificuldades e a angústia entrou na vida da irmã caçula. "Ela foi com 18 anos e eu queria ajudá-la, mas ainda era pequena, não tinha o que fazer, só pedia para ela voltar", conta.

A alegria de  Francyelle se resumia as surpresas que Izabela fazia. "Me ligava fora de hora, chegava de surpresa no meu aniversário e me dava um abraço. Toda vez que a via, me sentia a pessoa mais importante da vida dela". 

 

Fracyelle. (Foto: Arquivo Pessoal)Fracyelle. (Foto: Arquivo Pessoal)
Izabella. (Foto: Arquivo Pessoal)Izabella. (Foto: Arquivo Pessoal)

Filha única por 10 anos, Izabela diz que sempre pedia aos pais um irmão. "Ela foi alguém muito esperada na minha vida. Por isso, quando ela nasceu, foi a realização na minha vida. Ali, eu vi que tenho alguém pra vida inteira", declara a irmã. 

É claro que nem tudo são flores, Francyelle não nega que já brigou com a irmã, mas nada que mudasse a relação das duas. "Coisa de irmão sabe, se eu falar que a gente não briga é mentira, a gente já caiu no tapa. Mas em questão de horas, estava tudo num amor novamente", ri.

No coração, para as duas irmãs o amor é bem mais profundo e a união é daquelas que nunca terá fim. "A gente se vê todos os dias. Nos falamos todas as tardes e tudo que a gente puder fazer juntas, faremos", declara Francyelle.

Curta o Lado B no Facebook.



Lindo exemplo de amor
 
ELIAS LINO DA SILVA em 20/01/2017 13:26:05
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.