A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

09/07/2018 06:30

Variant é relíquia de Guaracy desde 1971 e nele os filhos aprenderam a dirigir

Thaís Pimenta
Claudete e Guaracy posam com o netinho de quatro patas dentro da Variant da família. (Foto: Fernando Antunes)Claudete e Guaracy posam com o netinho de quatro patas dentro da Variant da família. (Foto: Fernando Antunes)

Uma relíquia é guardada com muito zelo na garagem da casa do simpático Guaracy Paula da Costa, de 87 anos. A Variant TL, de 1971, faz parte da vida em famíla desde que foi lançada. São 47 anos de história sob as quatro rodas originais do carrão de design autêntico, com a sua frente chamada de "nariz de tubarão", por ser arredondado nas laterais.

Dentre as memórias mais marcantes, está o momento em que dois dos três filhos aprenderam a dirigir no piloto da Variant. Zelma e Zênio Garcia tiveram a responsabilidade de dirigir a máquina mais preciosa e amada do pai. Com o êxito, ganharam a confiança de Guaracy, o primeiro instrutor com quem os dois tiveram contato. 

"Lembro o primeiro momento que papai me disse para tirar o carro a garagem. Eu na época era bem novo, devia ter 14 anos, e ficava fissurado reparando em todos os movimentos dos motoristas. Com base nisso, o pai me mandou tirar o carro da garagem da nossa casa em Pelotas, dar uma volta na quadra, e guardá-lo. Mas eu morri com a Variant na volta e foi-se 4 anos até pegar em seu volante pela segunda vez", diz Zênio. 

Estilo antigo, com design autêntico foi o motivo de a família ter escolhido o modelo em 1971. (Foto: Fernando Antunes)Estilo antigo, com design autêntico foi o motivo de a família ter escolhido o modelo em 1971. (Foto: Fernando Antunes)

O paizão tinha na ponta da língua os macetes que os filhos iriam precisar para aprender a dirigir na cidade. Tanto é que quando Zênio foi tirar a carta, de volta para Campo Grande, conseguiu de primeira.

A esposa e mãezona da casa, dona Claudete Garcia da Costa, de 82 anos, brinca que o marido tem mais ciúmes da TL do que dela. "E o pior que sempre foi assim, muito antes de se tornar uma relíquia. Ele não gostava que batesse a porta muito forte, por exemplo".

Zuleida Garcia, a filha mais velha, completa dizendo que o pai não deixava carona entrar com o pé sujo e que por conta do amor ao carro ser explícito dentro do quartel em que servia, os colegas nem coragem de pedir tinham.

Tudo na parte interna e externa foi mantido. (Foto: Fernando Antunes)Tudo na parte interna e externa foi mantido. (Foto: Fernando Antunes)

Sempre muito cuidadoso com seus carros, Guaracy já havia tido dois carros antes da TL. As revisões foram todas feitas na Discautol, local onde a máquina foi adquirida, num tempo em que a Avenida Afonso Pena era muito diferente de hoje em dia. "Ela ia ali da Perpétuo Socorro até o Obelisco", conta ele.

O período em que foi mais usada foi quando a família viajava por conta da transferência do pai. De Campo Grande foram para Pelotas, Nova Iguaçu e depois voltaram para a Capital sul-mato-grossense. 

Tanto é que do dia 6 de agosto de 71 para 3 de setembro de 88 foram a Variant completou a marca de 70 mil quilômetros rodados. Hoje está com pouco mais de 82 mil km.

Memórias das viagens no carrão da família.Nas fotos, Guaracy e Claudete, e Guaracy com seu pai e Zênio. (Foto: Fernando Antunes)Memórias das viagens no carrão da família.Nas fotos, Guaracy e Claudete, e Guaracy com seu pai e Zênio. (Foto: Fernando Antunes)

Os bancos sempre forrados, manutenções feitas periodicamente, limpeza interna só mesmo pelas mãos de Guracy, por tanto cuidado o carro permanece quase intacto. Após um laudo feito por um clube de TL, do sul, a Variant ganha placa preta e se torna ícone de colecionar. Até o estepe é o mesmo de 1971!

A intenção é que o carro permaneça na família como recordação daqueles que vieram primeiro. "Papai ama muito esse carro. O Zênio leva para colocar gasolina e óleo porque tem ficado muito tempo parado na garagem depois que nosso pai fez cirurgia na coluna. Por enquanto, só os dois mexem na nossa relíquia", diz a filha.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Traseira mantem estilo. (Foto: Fernando Antunes)Traseira mantem estilo. (Foto: Fernando Antunes)
(Foto: Fernando Antunes)(Foto: Fernando Antunes)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.