ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 15º

Consumo

Brechó é bom caminho para encarar frio sem se encher de moletom

Por pouco tempo, o frio sempre vem e quem não se garante com roupas mais pesadas acaba sofrendo

Por Aletheya Alves | 18/05/2022 07:07
Peças mais pesadas vendidas pela loja Brecharia. (Foto: Aletheya Alves)
Peças mais pesadas vendidas pela loja Brecharia. (Foto: Aletheya Alves)

Com a chegada do frio e termômetros batendo sensação térmica de dois graus na Capital, quem até hoje não comprou aquele casaco mais pesado acaba tendo de se encher de moletons sobrepostos e o “glamour” das temperaturas mais baixas vai embora. Por isso, o Lado B percorreu brechós atrás das peças mais quentinhas e com preços variados para te ajudar a deixar o acúmulo de roupa para trás e, finalmente, garantir ao menos uma peça coringa no guarda-roupas.

Seja nas lojas mais baratas ou mais caras, a busca por roupas de frio aumentou nesta semana e, nos três locais visitados pela reportagem, a dica inicial foi a mesma: é importante ir atrás das peças o quanto antes. Isso porque a rotatividade em brechós costuma ser alta devido aos preços reduzidos, exemplo disso é que as opções encontradas não foram tão amplas já que os estoques estão esvaziando com maior rapidez.

Sobretudo feminino estava à venda por R$ 180. (Foto: Aletheya Alves)
Sobretudo feminino estava à venda por R$ 180. (Foto: Aletheya Alves)

Na busca por roupas mais pesadas, encontramos desde casacos reforçados até sobretudos disponíveis nos brechós.

Localizada na Rua Vitório Zeola, Carandá Bosque, o Brecharia conta com peças que chegam até a média de R$ 180 na categoria dos itens mais quentes. Para conferir mais itens disponíveis, é possível acessar a página no Instagram, @brecharia, ou ir até a loja.

Acompanhando os valores, as roupas mais finas são mais baratas, enquanto as mais pesadas atingem o preço mais alto.

Com valor mais baixo, um blazer reforçado com ombreira sai por R$ 98, enquanto um sobretudo mais pesado custa R$ 180.

Blazer está entre as peças mais quentes que encontramos nos brechós. (Foto: Aletheya Alves)
Blazer está entre as peças mais quentes que encontramos nos brechós. (Foto: Aletheya Alves)

Para acompanhar a ideia das peças, a loja também investiu em roupas de tricô, que custam entre R$ 55 e R$ 70.

Se você achar que os preços estão salgados, também há a opção de tentar a sorte aos sábados. Especificamente nesse dia, a loja oferece peças em promoção, mas não há como garantir que itens mais pesados estarão disponíveis. Por isso, o jeito é ir para ver.

Roupas mais finas foram adquiridas pelo Brecharia. (Foto: Divulgação/Redes Sociais)
Roupas mais finas foram adquiridas pelo Brecharia. (Foto: Divulgação/Redes Sociais)
Brechó Beto Veste Bem oferece opções de roupas de frio femininas e masculinas. (Foto: Aletheya Alves)
Brechó Beto Veste Bem oferece opções de roupas de frio femininas e masculinas. (Foto: Aletheya Alves)

Para quem precisa de roupas femininas e masculinas, o brechó Beto Veste Bem, localizado na Avenida Afonso Pena, Cidade Jardim, vende itens para todos os públicos.

Com preços mais populares, encontramos sobretudos femininos por R$ 50, além de jaquetas de couro por R$ 80. Alguns itens mais finos, também para acompanhar os agasalhos, possuem maior disponibilidade.

Sobretudo feminino vendido por brechó na Afonso Pena por R$ 50. (Foto: Aletheya Alves)
Sobretudo feminino vendido por brechó na Afonso Pena por R$ 50. (Foto: Aletheya Alves)
Casaco de couro reforçado masculino sai a R$ 80. (Foto: Aletheya Alves)
Casaco de couro reforçado masculino sai a R$ 80. (Foto: Aletheya Alves)

De acordo com os funcionários da loja, o estoque é constantemente renovado, então é importante sempre verificar se novas peças mais pesadas estão disponíveis.

Já tendo vendido as roupas para adultos, o brechó Peça Rara, que fica na Rua Euclides da Cunha, Jardim dos Estados, possui opções de itens mais quentes para crianças. Além de ir até a loja, as roupas podem ser “garimpadas” através da página no Instagram, @pecarara.campogrande.

Roupa infantil custa R$ 72 no brechó Peça Rara. (Foto: Aletheya Alves)
Roupa infantil custa R$ 72 no brechó Peça Rara. (Foto: Aletheya Alves)

Além de casacos reforçados a R$ 72, a loja conta com roupas de marcas importadas, como um casaco italiano térmico. Nesse caso, devido às especificidades, o casaco custa R$ 144.

Uma das proprietárias da loja, Vanessa Guccione, de 44 anos, explicou que, assim como nos outros locais, a procura por roupas de frio se intensificou. “As peças que chegam saem muito rapidamente. Às vezes, a pessoa vê algo no Instagram, mas outro cliente está por aqui e já leva. Então, é tudo muito rápido mesmo.”

Assim, a dica principal, conforme ela detalha, segue a mesma: ir até o brechó e se manter atualizado com os estoques e disponibilidades.

Devido à rotatividade, todas as peças indicadas no texto podem ou não continuar disponíveis nas lojas, então, é importante entrar em contato com cada loja e, no fim das contas, procurar bastante.

Casaco importado italiano custa R$ 144 e é térmico. (Foto: Aletheya Alves)
Casaco importado italiano custa R$ 144 e é térmico. (Foto: Aletheya Alves)

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias