ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 33º

Consumo

Universidade apresenta órteses e próteses feitas de tubo de PVC

Por Nicholas Vasconcelos | 07/06/2012 19:36

Equipamentos são utilizados por pessoas que têm alguma dificuldade de locomoção. Versão tradicional sai por mais de R$ 1 mil.

Equipamentos são feitos conforme o tamanho do paciente,como crianças. (Foto: Rodrio Pazinato)
Equipamentos são feitos conforme o tamanho do paciente,como crianças. (Foto: Rodrio Pazinato)

Ajudar na locomoção de que sofreu AVC (Acidente Vascular Cerebral), lesão de medula e outras lesões neurológicas de graça. Essa é a ideia do projeto desenvolvido pelo curso de fisioterapia da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) que fabrica órteses e próteses feitas de tubos de PVC e distribuindo de forma gratuita para os pacientes atendidos na clínica-escola da instituição.

Na versão tradicional, feito com material importado, uma prótese de perna, por exemplo, pode custar mais de R$ 1 mil, enquanto na versão feita com tubos comuns de encanamento sai muito mais barata. São equipamentos desenvolvidos para mãos, pernas, joelho e pé e que garantem a mobilidade.

Raissa explica que peça é fabricada em duas semanas. (Foto: Rodrigo Pazinato)
Raissa explica que peça é fabricada em duas semanas. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A acadêmica Raissa Castoldi, de 18 anos, conta que os equipamentos levam em média duas semanas para ficarem prontas. O primeiro passo é retirar as medidas do paciente, aplicar o PVC sobre o molde com calor e por último revestir de EVA, para que fique mais confortável.

O trabalho desenvolvido pela universidade foi um dos que foram mostrados na 4ª Edição da Mostra de Soluções Sustentáveis, promovida pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano).