ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 30º

Diversão

Após fazer show com aglomeração, cantor Belo é preso no litoral do RJ

Prisão foi decretada após realização de show do artista no Complexo da Maré, na cidade do Rio de Janeiro, no último sábado (13)

Por Raul Delvizio | 17/02/2021 14:28
Após show aglomerado, Belo teve a prisão decretada nesta quarta-feira (Foto: Reprodução)
Após show aglomerado, Belo teve a prisão decretada nesta quarta-feira (Foto: Reprodução)

O cantor e compositor Belo teve a prisão decretada na tarde desta quarta-feira (17) pela DCOD (Delegacia de Combate às Drogas) da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Apesar das proibições impostas na Cidade Maravilhosa devido à pandemia do novo coronavírus, o artista é alvo de uma investigação após a realização de um show no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio, em que houve intensa aglomeração.

O evento, que aconteceu no último sábado de Carnaval (13)  no interior de uma escola municipal, não tinha a devida autorização da Secretaria Municipal de Saúde. A suspeita é de que houve uma invasão ao prédio. Conforme os investigadores avaliaram, as salas de aula também foram utilizadas como camarotes.

Belo durante o show do último sábado no Complexo da Maré (Foto: Reprodução)
Belo durante o show do último sábado no Complexo da Maré (Foto: Reprodução)

Belo foi preso no litoral fluminense, em Angra dos Reis. Além do cantor, também tiveram a prisão decretada outros dois sócios (Célio Caetano e Henriques Marques) da produtora Série Gold – realizadora do show – além de Alvarenga (Jorge Luiz Moura Barbosa), chefe do tráfico na região do Parque União, na Maré. Na ocasião, equipamentos de som, documentos e veículos também foram apreendidos.

Belo, assim como os outros envolvidos, ainda não se manifestaram publicamente quanto ao caso.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário