A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

22/06/2018 08:15

Festa da Farinha tem shows nacionais com Munhoz e Mariano, Rio Negro e Solimões

Tradicional há treze anos, festa em Anastácio terá apresentações de humor e repentistas vindos do Ceará.

Willian Leite
Pequenos produtores produzem os alimentos que são consumidos na Festa. (Foto: Reprodução/ Prefeitura Anastácio)Pequenos produtores produzem os alimentos que são consumidos na Festa. (Foto: Reprodução/ Prefeitura Anastácio)

Na 13ª edição, a Festa da Farinha de Anastácio, cidade a 135 km de Campo Grande, começa hoje (22) com shows de artistas regionais, além de atrações nacionais que vão se apresentar nos dois dias de festa. A programação ainda conta com presença de repentistas nordestinos.

Nesta sexta, a abertura será a partir das 19h30 com apresentação do ator e comediante Arce Corrêa, que interpreta a personagem conhecida como Maria Quitéria. Na sequência, às 22h, quem sobe ao palco é a dupla Munhoz e Mariano. Para fechar a noite, Alex e Yvan prometem animar quem ficar até o final.

No sábado (23), o improviso fica por conta dos repentistas Bidu Branco, Marreco, Lourival Pereira e Francisco Lusimar. Depois, é a vez dos sertanejos Rio Negro e Solimões se apresentarem e quem encerra a festa é a dupla regional João Lucas e Walter Filho.

Este ano os organizadores esperam receber 15 mil pessoas por noite. A entrada é gratuita, e quem for até a Praça de Eventos Arandú, na Avenida Manoel Murtinho, S/N no Centro, vai comer as delícias regionais feitas de mandioca.

Nos dois dias, a praça de alimentação que ficará aberta a partir das 18h, será abastecida por produtores locais e da agricultura familiar com alimentos feitos de “farinha de mandioca artesanal”. No cardápio, quitutes especais de brigadeiros de mandioca a tapioca de vários sabores. A farinha usada na produção dos alimentos que serão consumidos é especial, orgânica, integral e artesanal. Feita da mesma forma há 80 anos.

“Tem tapioca de todo jeito, buchada de bode com pirão, coxinha, brigadeiro de mandioca. São 55 itens que são realizados nesse sentido. 300 pessoas envolvidas, todas da zona rural, do pequeno produtor, que é treinado na questão sanitária para participar da festa. Eles que tomam conta da praça da alimentação e no final a arrecadação é rateada entre eles”, frisa o Secretário de Cultura Ademir Alves.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.