A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

05/02/2015 06:34

Creperias trazem ares da França, com Torre Eiffel, mas também versão pantaneira

Elverson Cardozo
Torre do Crepe fica na esquina das ruas Antonio Maria Coelho e Paraíba. (Foto: Alcides Neto)Torre do Crepe fica na esquina das ruas Antonio Maria Coelho e Paraíba. (Foto: Alcides Neto)

Depois de ver, em São Paulo, o “nascimento” e o sucesso da creperia de uma amiga, o administrador Rodrigo Raul Vilela Brandão, de 23 anos, resolveu apostar no negócio em Campo Grande. Com o irmão da empreendedora paulista, Jhonatan Mendes, 25, ele abriu a Torre do Crepe, em um ponto privilegiado do Jardim dos Estados, um dos bairros mais nobres da cidade.

“A gente queria investir em alguma coisa que não tinha aqui, mas não adiantava sushi e nem hambúrguer porque tem um monte”, comenta. O estabelecimento, que foi inaugurado no dia 30 de janeiro, é decorado com bandeiras da França e tem, em cada mesa, uma mini-torre Eiffel, que também estampa a logomarca na fachada.

É para mostrar que o crepe que sai da cozinha é francês. “É servido no prato. A massa é fina e levemente frita na manteiga”, apresenta. Há vários sabores, 35 no total, sendo 19 salgados, 10 doces e 6 lights. Os nomes são todos em francês.

Entre os salgados tem Cannes (carne seca, banana da terra e catupiry), Lopient (cubos de carne, cheddar e doritos), Valence (calabresa, cebola e queijo), Le Cannet (bacon, queijo, presunto e tomate), La Rochelle (frango, bacon e cream cheese), Chambér (lombinho, cream cheese e abacaxi), entre outros.

Na lista dos doces, um dos mais pedidos: Salon de Provence (morango com Nutella). No mesmo espaço o cliente encontra nomes como Saint Cloud (doce de leite e queijo), Saint Pierre (Nutella), Verdun (brigadeiro derretido, castanha granulada e sorvete de creme) e Saint-Lô (mousse de chocolate e maracujá), por exemplo.

Crepe de morango com Nutella. (Foto: Alcides Neto)Crepe de morango com Nutella. (Foto: Alcides Neto)

Para quem vive de dieta tem os lights: Ermon (rúcula, tomate seco, ricota e manjericão), Saint Germain (frango, tomate e ricota), Élancourt (peito de peru, alface e ricota), Rochefort (Atum, alface e tomate), Lisieux (salmão grelhado, queijo branco e molho de maracujá) e Trappes (tomate,manjericão e queijo branco).

O preço depende da escolha, mas varia de R$ 7,50 (Brest – presunto, queijo, tomate e orégano) a R$ 20,00, valor do Lisieux (o ligth, que vem com salmão), do Lunel (salmão com creme cheese), Menton (creme de palmito e queijo) e do mais completo, o Paris, recheado com calabresa, bacon, frango, presunto, queijo, milho, tomate, catupiry, cebola, tomate e azeitona.

Para acompanhar tem molhos de mostarda, maracujá, picante, queijo e, na lista dos doces, bola de sorvete de creme, chantilly, cereja e castanha granulada. Cada adicional sai a R$ 2,00. Para beber, sucos com água ou leite, além dos refrigerantes. Tem, também, os Frapês, de café, chocolate e doce de leite.

Do outro lado da cidade - O publicitário Marcelo Comaffetto Almeida, de 30 anos, trabalha no mesmo ramo. Também faz crepes franceses, só que atende no Jardim Itatiaia, próximo à Lagoa Itatiaia, que abrange a região do bairro Tiradentes.

Universo do Crepe fica no Jardim Itatiaia. (Foto: Divulgação)Universo do Crepe fica no Jardim Itatiaia. (Foto: Divulgação)

A empresa dele, a Universo do Crepe, surgiu há 4 anos, em 2010, de uma parceria com a mãe, que faleceu em 2014. “É a creperia mais antiga da cidade” garante. “Eu queria trabalhar na área de alimentação. Sou gaúcho do Rio Grande do Sul e lá tem bastante creperias. Quis trazer para Campo Grande”, completa.

Marcelo oferece 25 sabores aos clientes, com recheios doces e salgados. Tem o Pantaneiro (carne seca, banana da terra e catupiry), criado exclusivamente para o concurso Bar em Bar, promovido pela Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), e até o de estrogonofe, um dos mais pedidos, entre outros.

Crepe Panteiro. (Foto: Divulgação)Crepe Panteiro. (Foto: Divulgação)

O valor depende da escolha, mas varia de R$ 4,00 a R$ 6,50. Quem visita o Universo do Crepe tem a vantagem do rodízio. O simples, que inclui 19 sabores, custa R$ 16,90. O completo, com todas as opções, sai a R$ 21,90.

O local fica na rua Conde de São Joaquim, 684 (perto do Mercado J.A.). Funciona de quarta a domingo das 17h às 23h. O rodízio é na sexta e no domingo, no mesmo horário. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3027-2277 ou na Fan Page.

Já a Torre do Crepe fica na esquina das ruas Antônio Maria Coelho e Paraíba, no Jardim dos Estados. Abre de às segundas, quartas, quintas e sextas-feiras das 18h às 23h30 e, no sábado e domingo, das 16h30 à 00h30. Mais informações pelo telefone (67) 3253-8808 ou no Facebook.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.