ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 25º

Meio Ambiente

Governo decreta emergência por incêndios em 5 cidades de Mato Grosso do Sul

Decisão tem validade de 90 dias nos municípios de Corumbá, Ladário, Miranda, Aquidauana e Porto Murtinho

Por Gustavo Bonotto | 14/11/2023 21:36
Corpo de Bombeiros combatem incêndio no Pantanal de Miranda em 2020. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Corpo de Bombeiros combatem incêndio no Pantanal de Miranda em 2020. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

O governo de Mato Grosso do Sul decretou, em edição extra do DOE (Diário Oficial do Estado), situação de emergência em cinco municípios diante dos incêndios florestais pelos próximos 90 dias. São eles: Corumbá, Ladário, Miranda, Aquidauana e Porto Murtinho.

De acordo com o texto de nº 125 de 14 de novembro de 2023, assinado pelo governador Eduardo Riedel (PSDB), a administração levou em consideração o aumento no número de focos durante a intensa onda de calor que registra temperaturas acima de 38ºC. Além disso, houve aumento de 95,8% na área queimada no Pantanal em relação ao ano anterior.

Com a publicação, fica autorizado a mobilização de todos os órgãos para atuação em resposta aos desastres naturais, assim como a reabilitação do cenário e reconstrução de áreas afetadas. A responsabilidade fica a cargo da CEPDEC (Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil).

Conforme antecipado, os principais secretariados da gestão Riedel se encontraram na tarde de ontem para discutir as medidas citadas no texto.

“Com a publicação, podemos dispor dos recursos necessários para as ações de combate aos incêndios florestais, como a aquisição de combustível para automóveis e aeronaves, diárias, alimentação e outras necessidades do Corpo de Bombeiros”, informou o secretário Carlos Videira, da Sejusp (Secretária de Estado de Justiça e Segurança Pública).

Já segundo o titular da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), secretário Jaime Verruck, “o governador Eduardo Riedel nos orientou a mobilizar toda a frota de aeronaves disponível no Governo para auxiliar nas ações de combate ao fogo, seja no enfrentamento direto ou no transporte dos militares. Vamos contar com aviões e helicópteros da Casa Civil, das polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros. Com o apoio da Famasul, vamos mobilizar os produtores rurais para auxiliar no que for necessário”, disse.

O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) contratou 500 horas de voo de aeronaves particulares que deverão ser utilizadas nessa ação intensificada de combate ao fogo nos próximos dias.

Receba as principais notícias pelo celular. Clique aqui para entrar no canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias