ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  03    CAMPO GRANDE 18º

Meio Ambiente

PMA inicia atividades do projeto Florestinha em Campo Grande

Por Ricardo Campos Jr. | 08/02/2011 12:37

Solenidade de abertura será realizada amanhã (9)

Projeto oferece atividades de educação ambiental, reforço escolar, acompanhamentos psicológicos, odontológicos, reforço alimentar e orientação profissional. (Foto: Divulgação/PMA)
Projeto oferece atividades de educação ambiental, reforço escolar, acompanhamentos psicológicos, odontológicos, reforço alimentar e orientação profissional. (Foto: Divulgação/PMA)

A PMA (Polícia Militar Ambiental) realiza amanhã, dia 9, a solenidade de abertura do ano de atividades do projeto Florestinha, que trabalha com crianças carentes entre 7 e 15 anos oferecendo aulas de educação ambiental, reforço escolar, acompanhamentos psicológicos, odontológicos, reforço alimentar e orientação profissional.

São 55 alunos que estarão com as fardas do projeto e desfilarão diante do comando da Polícia Ambiental. O projeto em Campo Grande funciona no Parque Assaf Trad, na Avenida Assaf Trad, perto do Condômino Alphaville.

De acordo com informações da PMA, o projeto visa enfrentar o problema da marginalidade e da criminalidade crescente entre os jovens de bairros periféricos. Além da Capital, o Florestinha é aplicado também em Coxim, Corumbá, Três Lagoas, Bataguassu, Jardim, Guia Lopes da Laguna, Aquidauana, Anastácio e Bonito. Nessa última a foi, inclusive, fundada a “Praça Florestinha”, que tem uma estátua de bronze de uma criança fardada.

História - O projeto começou no dia 23 de março de 1996, inicialmente denominado Guarda Florestal Mirim, passando a ser chamada Patrulha Florestinha tempos depois. Em 2009 foram municipalizadas as ações sociais por meio da parceria entre a PMA e a SAS (Secretaria Municipal de Ação Social).

A meta da Polícia Ambiental é atender pelo menos mil crianças em todo o Estado e, além de tirá-las das ruas, dar formação social e ambiental, também poder encaminhá-las profissionalmente.

Segundo a PMA, o projeto é reconhecido pela UNICEF e já recebeu várias homenagens, entre elas, o prêmio “Ecologia e Ambientalismo” na Câmara Municipal de Campo Grande.

As crianças participantes do projeto desenvolvem trabalhos educativos em escolas desde 2001, por meio de atividades como teatro de fantoches, que estimulam a educação ambiental. Atualmente estão sendo atendidas 500 crianças em 06 municípios.