A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

23/02/2018 13:03

Polícia prende caçador com três seriemas mortas em Anhanduí

Ele foi detido pela Guarda Municipal e, além dos animais, estava com um rifle

Guilherme Henri
Seriemas e cateto mortos em caçamba de veículo (Foto: Divulgação/ PMA)Seriemas e cateto mortos em caçamba de veículo (Foto: Divulgação/ PMA)

A Guarda Municipal prendeu ontem (22) um homem de 31 anos por caça ilegal de animais silvestres próximo ao distrito de Anhanduí. No carro que ele conduzia os guardas encontraram três seriemas e um cateto mortos, além de um rifle. Somente no ano passado, a PMA (Polícia Militar Ambiental) prendeu 35 caçadores em Mato Grosso do Sul.

O suspeito foi preso e levado para uma delegacia em Campo Grande. A PMA foi chamada e autuou o homem administrativamente e aplicou multa de R$ 2 mil pelo abate dos animais.

Ao Campo Grande News, o tenente coronel da PMA, Queiroz, detalhou que a caça de seriemas não é comum no Estado, pois a carne não é apreciada. “A carne tem um forte odor”, explica.

Contudo, Queiroz conta que nesta ocorrência a principal suspeita é de que o caçador iria consumir a carne dos animais, levando em consideração que no caso do cateto a prática ilegal da caça é comum.

“Todos os animais abatidos eram adultos e ficaram a disposição do delegado. Caso ele faça o descarte a PMA irá empalhá-los para usar na educação ambiental”, revela.

O suspeito foi ouvido e liberado. Ele responderá por crime ambiental caça ilegal. A pena para a caça é de seis meses a um ano de prisão.

Balanço – No ano passado, a PMA autuou 35 caçadores. O número foi 75% superior com relação a 2016.

Com relação ao tráfico, a PMA apreendeu 521 aves vítimas de tráfico e autuou em R$ 290 mil traficantes no Estado em 2017. Para o combate ao tráfico, os Policiais dedicam-se também ao combate aos compradores dos animais silvestres ilegais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions