A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

28/12/2016 18:10

"Marquinhos terá apoio até de Michel Temer", diz líder regional do PMDB

Junior Mochi, presidente regional da sigla, declara apoio irrestrito "pela boa gestão de Campo Grande"

Alberto Dias
Pode contar com nossos senadores, deputados e até com Temer, diz líder do PMDB. (Foto: ALMS) "Pode contar com nossos senadores, deputados e até com Temer", diz líder do PMDB. (Foto: ALMS)

Em âmbito regional, o Partido do Movimento Democrático Brasileiro declarou apoio total e irrestrito a Marquinhos Trad (PSD) na gestão de Campo Grande a partir da próxima semana, quando o peesedebista assume a prefeitura, sob o desafio de equalizar as finanças do Município.

A afirmação partiu do presidente regional do PMDB, o deputado estadual Junior Mochi, nesta quarta-feira (28). "Nossos dois senadores estão à disposição para o que ele (Trad) precisar, também os deputados do partido e até o presidente da República", exclamou Mochi, referindo-se a Waldemir Moka e Simone Tebet e, ainda, o presidente Michel Temer, todos colegas peemedebistas.

Sobre o apoio, ele esclarece: é pela cidade. "Neste momento, Campo Grande está acima de todos os interesses e não há um campo-grandense sequer que não pense dessa forma". Enquanto deputados, Junior Mochi e Marquinhos Trad conviveram na Assembleia Legislativa e, ao final da atual legislatura, o peemedebista registrou o apoio da casa de leis estadual ao futuro prefeito.

"Ele (Trad) já sabe disse disso. Tudo que precisar, tudo que depender de nós, seja de mim como deputado, seja da Assembleia Legislativa, estaremos do lado dele. Essa é uma deliberação que já tomamos", complementou Mochi, neste trecho exercendo a função de presidente da casa. Por fim, ressaltou que não há troca de favores ou interesses. "Queremos apenas que ele faça uma boa gestão por Campo Grande".

Discurso parecido foi adotado pelo Legislativo Municipal. Em entrevistas recentes, o presidente da Câmara de Vereadores , João Rocha (PSDB), superou divergências partidárias e, apesar de ter apoiado a adversária tucana de Trad nas eleições (Rose Modesto), declarou apoio da casa de leis ao prefeito eleito, pelo bem de Campo Grande. "Ele (Trad) já pisou aqui pelo menos cinco vezes antes de assumir, buscando o diálogo, bem diferente do prefeito atual", cutucou. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions