A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

04/10/2016 12:20

Adalton e Elizeu apoiam Marquinhos, Suél pede voto nulo no 2° turno

Os demais candidatos ainda não divulgaram apoio na Capital

Leonardo Rocha
Elizeu Amarilha diz que propostas do PSDC ficam mais perto de Marquinhos (Foto: Alcides Neto)Elizeu Amarilha diz que propostas do PSDC ficam mais perto de Marquinhos (Foto: Alcides Neto)
Adalton Garcia declarou apoio a Marquinhos (Foto: Fernando Antunes)Adalton Garcia declarou apoio a Marquinhos (Foto: Fernando Antunes)
Suél Ferranti pediu que seus eleitores votem nulo (Foto: Alcides Neto)Suél Ferranti pediu que seus eleitores votem nulo (Foto: Alcides Neto)

Dos 13 candidatos derrotados na Capital, dois já anunciaram o apoio no segundo turno. Elizeu Amarilha (PSDC) e Adalton Garcia (PRTB) vão seguir ao lado de Marquinhos Trad (PSD), na disputa contra Rose Modesto (PSDB). Já Suél Ferranti (PSTU) pediu aos seus eleitores que votem nulo.

Adalton contou que recebeu um telefone de Marquinhos Trad. "Tivemos uma conversa simples e ele disse que apesar de poucos, nossos votos eram importantes, então vamos aderir a sua campanha, sem pedir nada em troca", disse o candidato do PRTB, que teve 1.607 votos na Capital.

Elizeu Amarilha (PSDC) ressaltou que os programas do seu partido, se identificam mais com a campanha de Marquinhos, por isso eles optaram pelo candidato. "Também defendemos uma disputa de propostas, sem ataques". Ele teve 200 votos na eleição.

Suél Ferranti (PSTU), por meio de nota, explicou que seu partido vai pedir aos seus 1.320 eleitores, que anulem seus votos no segundo turno. Ele justifica que nenhum dos dois candidatos representam suas propostas e ideais políticos.

Já o candidato Pedro Pedrossian Filho (PMB) informou que os integrantes do partido estão "liberados" para apoiar quem quiserem. "Particularmente, não vou aderir a nenhuma campanha, ficarei neutro". A direção do PT e do PSOL irão realizar reuniões amanhã (05) a tarde, para decidirem a posição no 2° turno.

Indefinidos - Com 111.128 votos, o atual prefeito Alcides Bernal (PP) ainda não definiu quem vai apoiar na nova etapa. "O partido ainda está avaliando junto com os vereadores eleitos e militantes, o que vai fazer", disse Ulisses Duarte (PP), que foi candidato a vice, na campanha.

Coronel David (PSC) e Aroldo Figueiró (PTN) também disseram que estão avaliando a situação e que em breve irão anunciar apoio. Entramos em contato com Athayde Nery (PPS), Marcelo Bluma (PV), José Arce (PCO) e Lauro David (PROS), mas eles não atenderam as ligações.

Puccineli diz que é candidato a presidente do partido em MS se for consenso
Só se for sem disputa. É assim que o ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), quer disputar o comando da legenda no Estado, nas ...
Juiz Sérgio Moro nega suspensão de segundo interrogatório de Lula
O juiz federal Sérgio Moro negou nesta sexta-feira, 18, o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para adiar seu interrogatório m...



Boa tarde, penso que deveriam ouvir os presidentes dos partidos e não os candidatos derrotados. No caso do PPS, do qual faço parte, a decisão sairá do coletivo e não do individual.
 
ALDO EURÍPEDES em 04/10/2016 13:25:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions