A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

20/10/2011 13:19

André afirma que o Estado não elegerá novo Ari Artuzi

Wendell Reis

O governador André Puccinelli (PMDB) declarou na manhã desta quinta-feira (20), durante assinatura de ordens de serviço para o aniversário de Mato Grosso do Sul, que o Estado não vai ter recaída e escolher outros candidatos como o ex-prefeito de Dourados, Ari Artuzi (PMN). O governador disse que está ansioso para chegar a Três Lagoas para saber como está o Município depois da transferência de domicílio da vice-governadora Simone Tebet (PMDB), de Três Lagoas para Campo Grande.

“Amanhã vai ser um fuzuê danado e vamos dizer: comparem competência, probidade, experiência administrativa e façam a sua escolha. Entre Ferrari e Fusquinha vocês ficam com quem?”. Puccinelli lembrou que embora tenha sido questionado na Capital, a mudança não teve repercussão tão grande como quando ele transferiu o seu domicílio de Fátima do Sul para Campo Grande, a pedido do pai de Simone, o ex-senador Ramez Tebet:

“Quem quer ser senador ou governador tem que transferir o título para Campo Grande”, analisou. Puccinelli confidenciou que Simone o proibiu de falar sobre o assunto, mas disse que o pai político quer ver a filha sendo levada. “Esta menina tem um grande futuro e não se delineou pela transferência, mas pela competência a frente da prefeitura de Três Lagoas, quando suplantou o pai na administração do Município, quando se reelegeu com os dois pés nas costas, olhos vendados e mãos amarradas, por causa do seu belíssimo trabalho. Não se faz história com um único evento”.

O governador voltou a dizer que foi o responsável pela transferência e disse que o Estado pode ter certeza de que a mudança ocorre por conta de um cargo majoritário maior. “Aos prefeitos: se aconselhem com esta menina, que é um bom caminho para chegar ao André”, finalizou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions