A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

21/10/2014 11:46

André diz que candidatos ao governo do Estado disseram "muitas bobagens”

Francisco Júnior e Leonardo Rocha
Governador criticou propostas e candidatos. (Foto: Marcos Ermínio)Governador criticou propostas e candidatos. (Foto: Marcos Ermínio)

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou que seis candidatos ao governo do Estado disseram muitas bobagens durante a campanha. O chefe do executivo criticou também as propostas referente ao ICMS (Imposto sobre operações relacionada à Circulação de Mercadorias, Prestação de Serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação).

“ Seis candidatos ao governo andaram falando muita bobagem. Que iriam mudar isso, diminuir aquilo. Quando tivermos o eleito e este já tiver a sua equipe, irei convidar para vir aqui para ele ver como é na realidade e fazer os encaminhamento necessários”, disparou André.

Ele também não poupou de críticas os dois candidatos que disputam o segundo turno da eleição: Delcídio do Amaral (PT) e Reinaldo Azambuja (PSDB). “ Os dois candidatos que chegaram ao segundo turno disseram que irão fazer várias isenções tributárias, se eles fizerem vão quebrar o Estado. Espero que apareçam aqui nas secretarias para mostrar os dados e as arrecadações. Ri melhor, quem ri por último. Nós copiamos as propostas e vamos cobrar depois”, ressaltou.

Conforme André, muitas promessas apresentadas poderão não ser cumpridas. “Será que eles vão tirar realmente o ICMS garantido? Será que vão baixar a alíquota do diesel, assim como o índice do ICMS? Não e me lembro das demais promessas, mas posso dizer que nossa arrecadação foi firme, sem aumento de alíquotas. Se alguém dizer que teve aumento, foi mal intencionado”, finalizou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions