A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

22/10/2010 18:54

André espera que Serra ganhe com 15 pontos sobre Dilma

Redação

Durante ato-pró Serra em Campo Grande, o governador André Puccinelli (PMDB) afirmou que sua expectativa em Mato Grosso do Sul é que o adversário de Dilma Rousseff (PT) ganhe com 15 pontos percentuais de vantagem sobre a petista.

Ele pediu que os eleitores que votaram no tucano repitam a dose no dia 31 de outubro e não viagem no dia da eleição.

Em discurso emocionado, Puccinelli frisou que no evento de hoje estão presentes 56 prefeitos contra os nove que prestigiaram o deputado federal Michel Temer (PMDB), candidato a vice na chapa de Dilma, em reunião realizada ontem na Capital.

André reconheceu que realmente costumava chamar Dilma de fada madrinha, mas agora prefere citá-la apenas como "ex-fada madrinha".

O governador, inclusive, aproveitou a ocasião para chamar os petistas de "mentirosos e safados". Também desmentiu que tenha chamado Dilma de bruxa, como algumas lideranças petistas já afirmaram.

A respeito de sua campanha, André disse que apenas mostrou sua plataforma de trabalho e não fez criticas pessoais a ninguém, muito menos agressões.

"Mas o PT fez uma das campanhas mais baixas que Mato Grosso do Sul já viu", frisou.

Mesmo recebendo criticas por todos os lados, André salienta que sua campanha foi mantida sob propostas e o reflexo se deu nas urnas.

Ele confessou que ficou bastante irritado com a campanha televisiva de Zeca do PT na última semana, que mostrou Dilma e o presidente Lula atribuindo a ele declarações que não tinha feito.

O governador lembrou que, apesar de estar em lado oposto de Michel Temer esta campanha, nada vai mudar a amizade que ele nutre pelo presidente nacional do PMDB.

Ainda comparando sua campanha à do PT, Puccinelli argumentou que nunca ofendeu o presidente Lula. "Mas ele nos ofendeu muito. Nós não somos dessa laia, não baixamos o nível", enfatizou.

Em suas declarações finais, o peemedebista alegou que a população sul-mato-grossense quer um estado de paz no campo, longe de invasões, sem greves e que passou de sexto para o terceiro melhor salário para o magistério.

Pró-Serra

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions