A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

18/10/2014 13:51

Após 1º caso de Chikungunya, prefeito anuncia ampliação de limpeza na Capital

Aliny Mary Dias
Prefeito falou sobre doença durante agenda pública neste sábado (Foto: Marcos Ermínio)Prefeito falou sobre doença durante agenda pública neste sábado (Foto: Marcos Ermínio)

Depois de confirmado o primeiro caso de paciente infectado pelo vírus da Febre Chikungunya em Campo Grande, o prefeito Gilmar Olarte (PP), além de criar uma força-tarefa, antecipou que uma das ações imediatas para conter a epidemia da doença será a ampliação da limpeza da cidade.

Durante agenda pública, na manhã deste sábado (18), Olarte ressaltou a criação do GGIS (Gabinete de Gestão Integrada de Saúde) e disse que na próxima semana uma reuniões entre membros das 16 entidades que compõem o grupo será realizada.

“Precisamos fazer uma grande mobilização, estamos trabalhando e ampliando as ações. A Base Aérea e o Exército vai entrar conosco nessa empreitada, não temos duvidas de que vamos vencer esse mosquito. Se a cidade estiver um brinco, teremos pouco mosquito”, completa.

O prefeito lembrou ainda da importância da ação dos moradores em suas próprias casas, já que muitos focos de mosquitos Aedes Aegypti se proliferam em recipientes situado nos quintais das casas.

Participam da força-tarefa membros da Segov (Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais), Sesau, Semed (Secretaria Municipal de Educação), (Seintrha) Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, SAS (Secretaria Municipal de Políticas e Ações Sociais e Cidadania), Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), Câmara Municipal, Polícia Federal, Exército, Aeronáutica, Bombeiros, Polícia Militar, SES, Defesa Civil estadual e municipal e a Coordenadoria de assuntos comunitários.

A sede do gabinete, que será vinculado à Sesau, será na Esplanada Ferroviária de Campo Grande, situada na Avenida Mato Grosso. O decreto afirma ainda que os membros da força-tarefa não serão remunerados.

Primeiro caso - As informações preliminares são de que o vírus tenha acometido um homem de 35 anos, que estava internado em uma clinica particular desde o dia 21 de setembro, e recebeu alta ontem. Conforme a secretaria, foram identificados até agora quatro casos suspeitos, sendo dois descartados e um confirmado. A pasta ainda aguarda o resultado de mais um exame.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions