ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SÁBADO  20    CAMPO GRANDE 23º

Política

Após impugnação, MDB escolhe professora universitária para disputar eleição

Informação foi confirmada pelo ex-ministro Carlos Marun

Jéssica Benitez | 01/09/2022 14:46
Conhecida como professora Zú, candidata também é coach (Foto Reprodução)
Conhecida como professora Zú, candidata também é coach (Foto Reprodução)

A professora universitária Mariuza dos Santos foi escolhida pelo MDB para substituir o vereador Jamal Salem na disputa por uma vaga na Câmara Federal nessas eleições. De acordo com o ex-ministro Carlos Marun (MDB), que rechaçou o próprio nome por ter outros compromissos, a escolha foi feita em conjunto com o MDB Mulher.

“Entendemos que a professora Zú tem todas as condições. Ela está contribuindo com o partido e já tem relativa experiência política porque foi muito fiel a nós em 2020”, disse.

Inicialmente cotado para embarcar no pleito após renúncia de Jamal, Marun contou que sua equipe já estava engatilhada em outras candidaturas. Além disso, nomes com os quais têm compromissos também já haviam registrado candidatura. “Então (meu nome) ia mais complicar do que ajudar”.

A saída de Jamal ocorreu após a Procuradoria Regional Eleitoral impugnar sua candidatura alegando perda dos direitos políticos após o TCU (Tribunal de Contas da União) ter reprovado contas da época em que era secretário de Saúde do Município.

Ele foi condenado a pagar, juntamente com empresa de equipamentos hospitalares, R$ 616 mil, além de arcar sozinho com multa de R$ 150 mil.

O procurador regional eleitoral, Pedro Gabriel Siqueira Gonçalves, argumentou que “observou-se que o impugnado cometeu faltas graves e que, em tese, configuram ato doloso de improbidade administrativa”. O vereador poderia ter tentado concorrer sub judice, mas preferiu renunciar.

Nos siga no Google Notícias