A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

19/09/2017 09:57

Após rever doação de terrenos, Marquinhos se reúne com vereadores

“É natural que o prefeito venha tomar um café”, resumiu líder de Marquinhos na Câmara

Aline dos Santos e Mayara Bueno
Prefeito e vereadores começaram a terça-feira reunidos na Presidência da Câmara.  (Foto: Mayara Bueno)Prefeito e vereadores começaram a terça-feira reunidos na Presidência da Câmara. (Foto: Mayara Bueno)

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) e os vereadores estão reunidos à portas fechadas na manhã desta terça-feira (dia 19) na Câmara Municipal de Campo Grande. O encontro, que não teve divulgação prévia à imprensa, acontece desde às 9h15 na presidência do Poder Legislativo.

A informação extraoficial é de que a reunião discute a revogação de doação de áreas públicas. Marquinhos já havia dito aos jornalista que pretendia debater o tema com o presidente da Câmara, vereador João Rocha (PSDB), e os parlamentares.

Líder do prefeito na Casa de Leis, o vereador Chiquinho Telles (PSD) foi evasivo. “É natural que o prefeito venha tomar um café”, resumiu.

Marquinhos Trad enviou à Câmara projetos de leis para revogar decretos de doação de áreas para o Setlog (Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de Mato Grosso do Sul) e Arquidiocese de Campo Grande. As doações foram em 2015 e englobam 7 mil m² (metros quadrados) no bairro Chácara Cachoeira, região nobre da Capital.

Para o sindicato, a doação foi de um terreno com 2 mil m² para construir uma escola de formação para motoristas. Já a permuta com a igreja católica foi de terreno de 5 mil m², onde seria construída a Igreja Nossa Senhora da Abadia.

O processo de doação começou na gestão de Alcides Bernal (PP), mas foi homologado por Gilmar Olarte. Conforme a prefeitura, há dois erros na lei: informação incorreta do tamanho da área e ausência de artigo de reversibilidade.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions