A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/06/2013 09:40

Audiência fica tensa, mesmo com o compromisso do fim do "lanche" na Câmara

Leonardo Rocha e Jéssica Benitez
Após protesto, presidente diz que não irá existir café da manhã na Câmara (Foto: Marcos Erminio)Após protesto, presidente diz que não irá existir café da manhã na Câmara (Foto: Marcos Erminio)

A sessão já começou de forma tensa hoje no Legislativo Municipal, os manifestantes começaram a gritar e expor suas faixas de protesto, alguns vereadores tentaram “acalmar” a situação, porém eles destacaram que esta atitude era “consequência” dos atos políticos. Eles afirmam que “não querem show e sim educação

O presidente da Câmara, o vereador Mário César (PMDB), afirmou que após a insatisfação e protesto da população o “café da manhã” na Casa de Leis não irá mais existir enquanto ele estiver na presidência. O vereador destacou que o contrato com empresa panificadora Tietê Ltda, no valor de R$ 76 mil, já foi rescindindo e não haverá nova aquisição. “Se alguém quiser só vai ter café preto, chá e água disponível”, afirmou ele.

Segundo o presidente, a Câmara vai seguir os parâmetros das demais repartições públicas e que esta decisão partiu depois da mesa diretora ouvir as respostas das “ruas”. “Esta onda de protestos demonstra que as coisas precisam mudar e nós estamos seguindo este caminho, a participação popular é essencial”, descreveu ele.

Mário César destacou que as sessões estão mais cheias e que as audiências públicas estão ficando lotadas na Casa, reflexo de uma participação mais ativa da sociedade. “Como fomos eleitos pelo povo, temos que seguir suas reivindicações”, acrescentou.

 

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


E o dono da padaria como que fica agora de bolso vazio.
 
vinicius flores em 20/06/2013 12:19:23
Vereadores que não nasceram em berço esplêndido !! CHEGA de gastos e custos público!! Vocês tem que TEMER a população que colocaram vocês ai! Estamos de olho !!
 
Milka Lino em 20/06/2013 11:30:26
JA O VERADOR CARLAO CHAMOU OS MANIFESTANTES DE VAGABUNDOS, PRA ELES OS EEITORES SAO VAGABUNDOS, SENTE O DRAMA.
 
Rodrigao Trader em 20/06/2013 11:12:17
É bom que esses lanchinhos acabem de verdade, não só por enquanto, não só para fazerem de conta e para calar a boca do povo....O povo acordou...se acha que isso vai cai no esquecimento estão muito enganos...Depois dessa mobilização, tem que mudar sim, tudo de verdade e não brincarem de fazer de conta com o povo.
 
Caroline Mena em 20/06/2013 10:40:11
Aí sim,Sr.Mario Cesar, agora esta sendo conciênte,Parabêns, café com bolachinhas no dia de reuniões ou sucos para molhar a garganta se necessario,já é suficiente, afinal tudo é dinheiro publico.
 
Teresa Moura em 20/06/2013 10:32:08
Onde eu trabalho tem café preto e chá! Se eu quiser comer pão ou qualquer outro tipo de coisa eu tenho que compra é acho justo isso! Eles ganham muiiito bem,não tem necessidade nenhuma de ajuda de custo! Nos cidadãos e trabalhadores temos que sobreviver com um salário mínimo e não ganhamos nada,nem com os impostos altíssimos
que pagamos!
 
Tathiane Martins em 20/06/2013 10:28:17
HUAI!!!! TA COM MEDO ?????? CUIDADO COM O POVÃO SOMOS MUITOS E VOCES SÃO A MINORIA, CUIDADO COM A TAL FORÇA DO POVO!!!!!!!!!
 
ELY MONTEIRO em 20/06/2013 10:14:28
Gente, to pasmo? 21 de abril se foi,mas o que esses movimentos estao "parindo" de Tiradentes pelo Pais afora, é brincadeira, né? Como se a soluçao estivesse em sair gastando as tiras das rasteirinhas por ai afora: Esqueceram que no Brasil existem QRGAOS PUBLICOS" que sao obrigados,por lei e pelo voto a pôr em pratica,todo serviço e "esse montao" de ideias que estão saindo do interior do cidadão;É muito simples e fácil de encurtar essa conversa , façam-se manifestações e constantes cobranças/vigilâncias dos órgãos públicos tais como Governo e suas secretarias, assembléia,Poder judiciário em geral (fóruns e Tribunais de Justiças dos estados, não esquecendo as "cortes maiores" que só parecem trabalhar em cima de julgamentos com cobertura ao vivo da midia),Aí não precisará de tantas andanças.
 
Anderson Roque em 20/06/2013 10:02:54
ai pessoal ja comessamos a ganhar. nao tem aquele ditado de o povo unido jamais sera vencido
 
antonio cesar em 20/06/2013 09:58:40
A próxima luta será para revogar o aumento absurdo dos salários destes senhores!!! Vereadores pensem bem!!!
 
Adriano chastel em 20/06/2013 09:50:34
Após os protestos fica fácil.
Significa dizer que a Casa de Leis acusa desenfreadamente o Executivo, mas reconhece que tem seus erros.
Esse dinheiro gasto com coffe break não ajudaria a quitar parte do calote do aluguel?
 
ricardo rodrigues em 20/06/2013 09:47:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions