A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

11/12/2014 16:19

Azambuja diz que prefere chapa de consenso para Mesa Diretora

Leonardo Rocha
Azambuja disse que prefere chapa de consenso, e que começará a articular a partir de janeiro (Foto: Alcides Neto)Azambuja disse que prefere chapa de consenso, e que começará a articular a partir de janeiro (Foto: Alcides Neto)

O governador eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB), afirmou hoje (11), que prefere a formação de uma chapa de consenso, na formação da Mesa Diretora da Assembleia, para 2015. Ele ponderou que os candidatos a presidência da Casa já o procuraram para pedir apoio, mas que não tem preferência de nome.

"Eles têm nos procurado, mas acredito que esta questão a Casa deve resolver, sabemos que o governador tem o poder de influenciar, porém já adiantei que só vou discutir esta possibilidade a partir de janeiro, quando já tiver assumido o cargo", ressaltou Azambuja.

O novo governador ainda revelou que prefere que a Mesa Diretora seja feita por "consenso", respeitando o tamanho de cada bancada partidária. "Quem estiver na Mesa Diretora espero ter um bom relacionamento, pois pretendo fazer com que os legislativo participe das ações".

Na próxima legislatura, o PMDB terá seis representantes, seguindo do PSDB e do PT, que tem cada um quatro deputados, depois aparece o PDT com três e o Pt do B e PR com dois. Fechando o grupo aparece o DEM, PEN e PSB, com um parlamentar.

Entre os candidatos a presidência da Casa, está o deputado Junior Mochi (PMDB), que garante ter nove votos, assim como Zé Teixeira (DEM), que diz ter a adesão de oito colegas. Na disputa também aparece Paulo Corrêa (PR), que busca a articulação com PT e PSDB e de Onevan de Matos (PSDB). A deputada Mara Caseiro (Pt do B) também colocou seu nome a disposição.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions