A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

21/10/2011 10:33

Câmara vai mudar lei e pode autorizar distribuição de camisinhas a alunos

Wendell Reis

O presidente da Câmara Municipal de Campo Grande e um dos autores do Projeto de Lei Complementar 276/2010, que veda a instalação de máquinas dispensadoras de preservativos em órgãos municipais, vereador Paulo Siufi (PMDB), afirmou que a Casa deve acatar o veto do prefeito Nelson Trad Filho ao projeto e apresentar um substitutivo.

Siufi reconhece que o projeto apresentava vícios de inconstitucionalidade, privando, equivocadamente, centro e hospitais, local ideal para a distribuição dos preservativos. Desta maneira, o vereador deve se reunir com os demais autores do projeto para decidir o que pode ser alterado.

O presidente da Câmara confidenciou que se reuniu com o prefeito e chegaram à conclusão de que os jovens maiores de 16 anos têm condição de receber o preservativo, desde que recebam orientação. “Queremos a interação dos Poderes. Isso é respeito entre os Poderes e constrói uma cidade mais justa. Não podemos olhar com olhos somente de caráter religioso, mas no bem estar da população”.

Durante a reunião os autores do projeto devem analisar qual providências tomar com relação a distribuição para o Ensino Médio. Siufi revela a possibilidade de estabelecer uma idade mínima, que poderia ser 16 anos. Porém, confidencia que tinha 16 anos quando entrou na faculdade de medicina e não tinha “muita noção das coisas”, o que não ocorre com muitos jovens de 18 anos, que ainda frequentam as escolas e já “sabem o que querem da vida.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


Não vejo problema algum em realizar a distribuição de camisinhas nas escolas. Isso não é um modo de incentivar aos jovens a prática sexual, mas sim uma medida de prevenção já que é comum casos de meninas que engravidam com 12,13 anos de idade. Os jovens de hoje em dia aprendem muito cedo sobre a questão sexual, então pra que proibir a distribuição dos preservativos?
 
Douglas Vasques em 21/10/2011 10:53:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions