A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

18/10/2014 10:47

Candidatos ao governo participam apenas de um debate no 2° turno

Leonardo Rocha
Apesar de faltar em alguns debates, Delcídio confirma participação no confronto do 2° turno (Foto: Arquivo)Apesar de faltar em alguns debates, Delcídio confirma participação no confronto do 2° turno (Foto: Arquivo)
Azambuja também confirmou participação em debate na TV Morena, a três dias da eleição (Foto: Arquivo)Azambuja também confirmou participação em debate na TV Morena, a três dias da eleição (Foto: Arquivo)

Os candidatos ao governo estadual de Mato Grosso do Sul, Delcídio do Amaral (PT) e Reinaldo Azambuja (PSDB) irão participar apenas de um debate neste segundo turno. Este confronto irá acontecer no dia 23 de outubro, a três dias da eleição, em evento promovido pela TV Morena, filiada da Rede Globo.

De acordo com a emissora, os candidatos já confirmaram presença, as regras, assim como a definição de blocos e confrontos entre os adversários irão ser definidos no início da semana que vem pela produção do debate.

No primeiro turno, os candidatos ao governo estadual participaram de vários debates ao longo da campanha, sem contar as sabatinas e apresentações de propostas em instituições e federações da sociedade civil. Eles estiveram em três debates para emissoras de televisão, além de um na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e outro na Fetems (Federação dos Trabalhadores de Mato Grosso do Sul).

Foram feitas sabatinas na OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil MS), Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) e outros segmentos sociais. Alguns candidatos não participaram de determinados eventos, o que gerou críticas dos adversários.

Já no debate da TV Morena, no primeiro turno, realizado no dia 30 de setembro, teve a participação de todos os candidatos ao governo, comparecendo ao evento Delcídio do Amaral (PT), Reinaldo Azambuja (PSDB), Nelsinho Trad (PMDB), Evander Vendramini (PP), Sidney Melo (PSOL) e Professor Monje (PSTU).

Câmara adia de novo votação da PEC que cria distritão e fundo eleitoral
Após várias tentativas de votação nesta terça-feira (22), a análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/03, que altera o sistema político-e...
Câmara aprova parcelamento de dívidas de Estados e municípios com o INSS
A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira, 22, em plenário, a medida provisória 778/2017, que permite Estados e municípios parcelarem...
Votação da PEC do fim das coligações será retomada nesta quarta-feira
A Comissão Especial da PEC 282/2016, que propõe o fim das coligações partidárias e estabelece cláusula de barreira, teve que suspender o processo de ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions