ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 36º

Política

Categorias fazem protesto na Câmara e vereadores pedem suspensão de votação

Por Graziela Rezende e Kleber Clajus | 12/12/2013 11:07

Com guardas municipais e professores em protesto na manhã desta quinta-feira (12), na Câmara Municipal de Campo Grande, alguns vereadores decidiram solicitar a suspensão da votação LOA (Lei Orçamentária Anual) do Plano Plurianual, até que o prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), tenha uma posição para as duas categorias.

“Enquanto não resolver o problema, dos professores e da guarda municipal, solicitei para que não haja votação. E aguardamos ainda uma posição do prefeito aos concursados”, afirma a vereadora Carla Stephanini (PMDB). Ela ressalta que a nomeação dos 281 professores vence no dia 25 de janeiro e dos guardas municipais no sábado (14).

Além dela, o vereador Elizeu Dionísio (PSL) também apoio a suspensão da votação. Os parlamentares dizem que aguardavam, na semana passada, a presença do secretário de administração Ricardo Balock, para falar do assunto. No entanto, apenas o secretário de educação, José Chadid, compareceu ao local.

Atestados médicos - “Parece que a prática no Executivo agora é recorrer aos atestados para não comparecer a Câmara. Neste caso, eles precisam esclarecer o porque contratam temporários e não concursados. Existem casos inclusive de contratados que fazem parte dos aprovados”, garante a vereadora.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário