A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/10/2014 21:37

Com críticas a sucessor, Bernal reafirma presidência regional do partido

Ludyney Moura
Bernal afirmou que não haverá mudanças no comando estadual de seu partido, o PP (Foto: Marcelo Calazans)Bernal afirmou que não haverá mudanças no comando estadual de seu partido, o PP (Foto: Marcelo Calazans)

O prefeito cassado da Capital, Alcides Bernal (PP), que hoje declarou apoio neste 2º turno para o candidato petista, senador Delcídio do Amaral, afirmou que a direção do Partido Progressista em Mato Grosso do Sul permanece com ele, e que não chances do atual prefeito, Gilmar Olarte, assumiu a presidência regional do PP.

Durante o anúncio oficial de seu apoio a Delcídio, Bernal voltou a tecer duras críticas a Olarte, a quem acusou de ser responsável pelo processo que culminou com sua cassação da Prefeitura da Capital.

“Há sérios indícios de crime, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha contra o Gilmar Olarte. Ele inclusive foi expulso do partido, mas se mantém no PP por força de uma liminar obtida na justiça. Ele tem procedido de forma criminosa e causado prejuízos aos cofres do município”, disparou Bernal.

O ex-prefeito também revelou que tem, por parte do presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PP-PI), o compromisso de permanecer à frente da legenda no Estado. “Além de presidente regional, sou vice-presidente nacional do partido”, pontuou.

Olarte, que ao contrário de Bernal apoio o candidato tucano ao Governo do Estado, deputado federal Reinaldo Azambuja, revelou recentemente que também recebeu de Ciro Nogueira a promessa de que seu grupo assume o comando regional do PP logo após a realização do 2º turno, marcado para 26 de outubro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions