A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

07/08/2019 12:12

Com reforma previdenciária em votação, deputados cobram a tributária

Deputados em MS defendem a redução do número de impostos e simplificação da cobrança

Silvia Frias e Leonardo Rocha
Durante sessão hoje, deputados falaram sobre projeto da reforma tributária (Foto/Divulgação: Luciano Nassar)Durante sessão hoje, deputados falaram sobre projeto da reforma tributária (Foto/Divulgação: Luciano Nassar)

A votação da reforma da previdência ainda vai passar para 2º turno de votação e os deputados estaduais em Mato Grosso do Sul já estão no aguardo da reforma tributária. Os parlamentares cobram a redução do número de impostos e simplificação da cobrança.

Ontem, o porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros, disse que a equipe econômica do governo federal está “ultimando uma proposta integrada com as existentes na Câmara e no Senado”.

O deputado estadual José Carlos Barbosa (DEM) acredita que o tema seja urgente e defende o imposto único, além de melhor distribuição dos valores angariados com a tributação, citando maior participação dos estados na Lei Kandir e no FPE (Fundo de Participação dos Estados).

O deputado Felipe Orro (PSDB) disse que o projeto não pode ser votado a toque de caixa, mas é preciso reavaliar a carga tributária com celeridade. “Tem várias isenções e incentivos fiscais, é preciso sistema mais justo”.

Para o deputado José Almi (PT), a principal mudança é redução da carga tributária para a população em geral. “Toda vez que mexe em imposto é para aumentar; pode até unificar, mas quero saber se vai ser reduzido”, avaliou.

O texto-base da reforma foi aprovado ontem, por 370 votos a 124. Agora, os deputados analisam proposta para modificar a redação da PEC (Proposta de Emenda Constitucional), em segundo turno. Depois, o governo pretende colocar em pauta a reforma tributária.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions