A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

22/12/2010 18:58

Câmara não descarta CPI da água

Paulo Fernandes e Fernanda França

Vereadores trabalharaão no recesso para apurar reajuste

Paulo Siufi não descarta criação de CPI (foto: João Garrigó)Paulo Siufi não descarta criação de CPI (foto: João Garrigó)

No último dia antes do recesso parlamentar, a Câmara Municipal de Campo Grande instalou a comissão que irá apurar se o reajuste de 8,91% na tarifa água e esgoto foi abusivo.

Os integrantes dessa comissão – Paulo Pedra (PDT), Airton Saraiva (DEM), Marcelo Bluma (PV), Carlos Borges (PSB) e Flávio Cesar (PT do B) - irão trabalhar durante o recesso.

São suplentes os vereadores Magali Picarelli (PMDB), Lídio Lopes (PP) e Jamal Salém (PR) são suplentes.

A comissão tem 60 dias para verificar se reajuste está correto, de acordo com o presidente da Câmara, Paulo Siufi (PMDB). A comissão irá apurar se não houve superfaturamento nos últimos anos.

O presidente da Câmara não descarta abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito). “Se a comissão entender que tem algo errado, vai ter CPI sim”, afirmou.

A CPI tem os mesmos poderes de investigação de uma autoridade judicial, podendo através de decisão fundamentada quebrar sigilo bancário, fiscal e de dados, requisitar informações e documentos sigilosos às instituições financeiras e ouvir testemunhas, investigados ou indiciados.



CPI para que? Depois a empresa de água e esgoto dá um jeito de se sair bem. CPI deve significar Comissão Parlamentar para Investimento.
 
amauri da silva em 23/12/2010 08:34:30
Que belo presente de ano novo se for confirmado este reajuste hein !
primeiro foi o iptu, agora agua e esgoto.
 
marcelo dos santos bega em 22/12/2010 07:43:15
Olha a pizza aí geeeeeente!!!
 
Marcelo Max em 22/12/2010 07:36:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions