A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

25/06/2008 16:35

CPI adia votação de relatório e quer ouvir Puccinelli

Redação

A CPI do Sistema Carcerário prorrogou o prazo para votar o relatório final e aprovou requerimento para ouvir o governador André Puccinelli (PMDB) em audiência pública. Nesta quarta-feira, este foi o saldo final da guerra travada entre a comissão de investigação e a bancada do Estado na Câmara Federal, que tenta evitar o indiciamento do secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini. O documento pediu o indiciamento de oito pessoas em Mato Grosso do Sul e classificou a CPA (Colônia Penal Agrícola) como o segundo pior presídio do Brasil.

A sessão durou cerca de quatro horas e foi marcada pela tentativa, bem-sucedida, dos parlamentares de Mato Grosso do Sul de evitar a votação do relatório. O líder da ofensiva à CPI, deputado Nelson Trad (PMDB), pediu vistas, alegando que o relatório era muito extenso para ser lido em apenas um dia. Apesar de a vaga do PMDB estar disponível desde o ano passado, somente hoje o parlamentar passou a compor o grupo.

O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), autor do requerimento para ouvir André Pucinelli, ponderou que alguns parlamentares entraram na comissão hoje na tentativa de impedir o indiciamento de autoridades.

Num clima de disputa, Nelson Trad discutiu com o presidente da CPI, Neucimar Fraga, e com o relator Domingos Dutra. Fraga, em referência a um vídeo exibido pela CPI no início da votação do relatório, disse que o deputado

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions