A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

05/06/2013 17:07

CPI da Assembleia fará visita amanhã na Santa Casa para entregar convite

Leonardo Rocha
Presidente da CPI começará visitas pela Santa Casa (foto: João Arrigó)Presidente da CPI começará visitas pela Santa Casa (foto: João Arrigó)

A CPI da Assembleia decidiu em sua primeira reunião de trabalho, hoje à tarde, fazer uma visita de cortesia amanhã na Santa Casa, para entregar pessoalmente um convite ao presidente da entidade, Wilson Teslenco. Os deputados irão pedir a sua participação na CPI, para expor qual a real situação financeira e funcional do hospital, além de revelar como foi feita a troca de comando, com a saída da junta interventora.

O presidente da CPI, o deputado estadual Amarildo Cruz (PT) destacou que como a Santa Casa é o maior hospital de Mato Grosso do Sul, nada mais natural que começar as atividades pela unidade. “Vamos conferir in loco como está à situação do hospital e aproveitarmos para fazermos este convite”, destacou.

Amarildo destaca que a participação de Teslenco será no sentido de fornecer informações, e assim contribuir para o andamento dos trabalhos. “Além dos integrantes da CPI, todos os deputados serão convidados para participar da visita, a sociedade espera um atuação efetiva desta comissão”, enfatizou.

A comissão ainda não decidiu o horário da agenda, pois vão consultar a disposição dos dirigentes da entidade. “Este deve ser o ponto inicial, pois o hospital recebe pacientes de todo Estado, assim tem uma importância significativa nesta apuração”, ressaltou o deputado Maurício Picarelli (PMDB), integrante da CPI.

A CPI da Assembleia Legislativa irá investigar o repasse de recursos públicos a unidades de saúde de Mato Grosso do Sul, dos últimos cinco anos. Ela é composta pelos deputados: Amarildo Cruz (PT), presidente da comissão, Junior Mochi (PMDB), responsável pela relatoria, além de Lauro Davi (PSB), Maurício Picarelli (PMDB) e Onevan de Matos (PSDB).

Novas convocações – Os integrantes também estudam a convocação dos secretários municipais de saúde das cidades do interior e da Capital, além de chamar a secretária estadual de saúde, Beatriz Dobashi, que poderá repassar todas as informações em relação ao repasse de recursos públicos do Estado para as unidades de saúde. No entanto, os deputados chegaram a um entendimento que só convocarão a secretária, após análise dos documentos do governo estadual.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions