A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

05/03/2014 12:44

Deputados analisam vetos do governador após período de carnaval

Leonardo Rocha
Os deputados irão analisar dois ou três vetos por sessão para limpar  a pauta (Foto: Divulgação)Os deputados irão analisar dois ou três vetos por sessão para "limpar" a pauta (Foto: Divulgação)

Os deputados estaduais já se organizaram para votar os vetos do governo estadual em relação a projetos do legislativo, após o período do carnaval. Na semana passada, eles realizaram uma reunião onde ficou decidido que “encaixariam” dois ou três vetos por sessão para limpar a pauta.

O presidente da Assembleia, o deputado Jerson Domingos (PMDB), ressaltou que existem menos de 15 vetos a serem analisados pelos deputados e que não há nada de polêmico que mereça passar na frente ou ficar para análise no final.

“Vamos colocar estes vetos em dia, até porque temos as demandas de novos projetos do legislativo e executivo para debate e votação, acredito que em breve já teremos analisados todos que estavam na espera”.

Entre as propostas que devem ser analisadas estão o projeto do deputado Laerte Tetila (PT) que prevê ações e instalações de delegacias para as mulheres no Estado. O governo vetou o projeto ressaltando que esta é uma prerrogativa do Executivo e não do Legislativo.

Também deve ser analisada a proposta de instalação de câmeras nas entradas e saídas de agências bancárias, para contribuir para elucidação dos crimes. O projeto de autoria do deputado Pedro Kemp (PT) foi vetado pelo executivo por entender que já existe uma lei federal que regulamenta a segurança dos bancos.

Começo – Antes do carnaval, os deputados já votaram alguns vetos do executivo, entre eles a proposta que aumenta de 10% para 15% o desconto no pagamento à vista do IPVA e ainda possibilita ao devedor parcelar em 10 vezes a dívida em relação ao imposto.

A proposta do deputado Marquinhos Trad (PMDB) a princípio tinha sido vetada pelo fato do governo estadual não poder “abrir mão” de receita.

Entretanto, o veto foi derrubado após o deputado apresentar estudo que com este parcelamento, o governo irá conseguir recuperar recursos provenientes de dívida.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions