A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

05/09/2019 13:03

Deputados buscam alternativas para financiar fundo dos idosos

Entre as opções está o repasse de recursos por empresas que estão vinculadas ao governo estadual

Leonardo Rocha
Reunião da frente parlamentar de defesa do idoso, na Assembleia (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)Reunião da frente parlamentar de defesa do idoso, na Assembleia (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)

Os deputados que fazem parte da frente parlamentar em defesa dos idosos, buscam alternativas para financiar o fundo criado para atender este público, no Mato Grosso do Sul. Entre as opções está a doação de recursos de empresas ou até percentual do imposto de renda de trabalhadores.

O coordenador da frente, Renato Câmara (MDB), disse que uma das alternativas é que o contribuinte faça a doação de 1% a 6% de sua restituição do imposto de renda. Para isto se pretende fazer uma cartilha, que será repassada para contadores. “Seria uma forma do cidadão ajudar para este fundo, que vai contribuir em ações para os idosos”.

Outra opção segue o modelo de São Paulo, que segundo o parlamentar, já tem um fundo estadual (idoso) consolidado. “Lá existe o apoio do governo estadual para que empresas ligadas ao poder público possam colocar recursos neste fundo. Aqui poderia ser, por exemplo, a Sanesul e MSGás”.

Também está sendo avaliado que os sindicatos façam o desconto em folha (salarial), dos funcionários que desejam ajudar nesta área, tendo o devido desconto no imposto de renda. “Nossa missão é criar mecanismos para gerar receita e assim este fundo ter condições de financiar atividades e melhorias aos idosos”, disse Câmara.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions