A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

04/08/2014 11:58

Deputados irão priorizar CPI e Orçamento no 2° semestre

Leonardo Rocha
Deputados vão priorizar neste segundo semestre CPi e Orçamento  (Foto: Giuliano Lopes/ALMS)Deputados vão priorizar neste segundo semestre CPi e Orçamento (Foto: Giuliano Lopes/ALMS)

A Assembleia Legislativa retorna aos trabalhos amanhã (05), durante período eleitoral. Nesta campanha, 18 deputados estão em busca da reeleição, dois irão tentar vaga na Câmara Federal e um será candidato a vice-governador. Eles indicaram a CPI da Telefonia e o projeto do Orçamento de 2015 como prioridades para o semestre.

O deputado Cabo Almi (PT) ressaltou que neste início de semestre deve prevalecer o "ritmo de campanha", com os parlamentares se empenhando em manter o quórum e votar os projetos do dia a dia, assim como aqueles que forem importantes para o Estado.

"Iremos nos organizar para que não que prejudique a votação das propostas, depois da eleição temos a conclusão da CPI da Telefonia, que promete mudanças estruturais no serviço, assim como o Orçamento de 2015, com a discussão das emendas", apontou.

A deputada Mara Caseira (PT do B) também lembrou que os parlamentares devem se debruçar sobre o orçamento do ano que vem, que irá direcionar os investimentos e ações do Estado. "Vamos estudar com cuidado, para indicar emendas em educação, saúde e social".

Ela ainda citou a CPI da Telefonia, no qual faz a relatoria, que irá trazer melhorias a este serviço que é tão questionado pelos consumidores do Estado. "As empresas abriram um canal de comunicação conosco, mas a situação está precária, tanto que o município de Sete Quedas ficou duas semanas sem sinal de celular", revelou.

Onevan de Matos (PSDB) ponderou que assim como acontece no Congresso Nacional, existem algumas faltas neste período (eleitoral), mas nada que possa atrapalhar o andamento da Casa. "Vão surgir pautas ao longo da semana que devem ser analisadas com a devida atenção, não há problemas em conciliar esta situação, depois teremos o orçamento como prioridade".

Escolha -  No final do ano, em novembro, irá acontecer a aposentadoria do presidente do TCE (Tribunal de Contas Estadual), Cícero de Souza, e restará aos deputados elegerem o novo conselheiro para a instituição.

Após a indicação do secretário estadual de Governo, Osmar Jerônymo, para o lugar do conselheiro José Ancelmo, no início do ano, o atual presidente da Assembleia, o deputado Jerson Domingos (PMDB), deve ficar com a vaga de Cícero de Souza.

Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions