A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

29/12/2014 20:32

Dilma Rousseff anuncia nomes de mais 7 ministros

Daniel Machado

Por meio de nota oficial, a Secretaria de Comunicação Social do Palácio do Planalto anunciou no início da noite desta segunda-feira (29) os nomes de mais sete novos ministros para o segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff.

São eles Antônio Carlos Rodrigues (Transporte); Gilberto Occhi (Integração); Miguel Rossetto (Secretaria Geral); Patrus Ananias (Desenvolvimento Agrário); Pepe Vargas (Relações Institucionais); Ricardo Berzoini (Comunicações); e Carlos Gabas (Previdência).

Dos 39 ministérios, faltam agora 15 ministros, que devem ter seus nomes divulgados até a próxima quinta-feira (1), quando Dilma tomará posse para seu segundo mandato.

Dos sete anunciados nesta segunda, cinco são petistas (Rossetto, Ananias, Vargas, Berzoini e Gabas).

Gilberto Occhi, da cota do PP, é o atual ministro das Cidades – será transferido para a Integração Nacional.

O Ministério dos Transportes continuará sob controle do PR, agora sob comando do vereador Antonio Carlos Rodrigues (PR), ex-presidente da Câmara Municipal de São Paulo e suplente da senadora Marta Suplicy (PT-SP).

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto (PT), que teve participação ativa na campanha de Dilma à reeleição, entrará no lugar de Gilberto Carvalho (PT).

Pepe Vargas (PT-RS) substituirá Ricardo Berzoini (PT-SP), que vai para o Ministério das Comunicações, cujo atual ministro é Bernardo (PT-PR).

O senador Garibaldi Alves (PMDB-RN) dará lugar a Carlos Eduardo Gabas, atual secretário-executivo do ministério, servidor de carreira do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e filiado ao PT.

Os escolhidos

Os ministros escolhidos até agora são Valdir Simão (Controladoria-Geral); Nilma Gomes (Igualdade Racial); Jacques Wagner (Defesa); Eliseu Padilha (Aviação Civil); Edinho Araújo (Portos); Helder Barbalho (Pesca); Kátia Abreu (Agricultura); Gilberto Kassab (Cidades); Cid Gomes (Educação); Eduardo Braga (Minas e Energia); Joaquim Levy (Fazenda); Nelson Barbosa (Planejamento); Alexandre Tombini (Banco Central); Antônio Carlos Rodrigues (Transportes); Carlos Gabas (Previdência); Patrus Ananias (Desenvolvimento Agrário); Gilberto Occhi (Integração Nacional); Miguel Rossetto (Secretaria Geral); Pepe Vargas (Relações Institucionais); Ricardo Berzoini (Comunicações).

Juiz Sérgio Moro nega suspensão de segundo interrogatório de Lula
O juiz federal Sérgio Moro negou nesta sexta-feira, 18, o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para adiar seu interrogatório m...
Cármen Lúcia determina que tribunais divulguem salários de magistrados
A ministra Carmen Lúcia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) e do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), assinou nesta sexta (18) uma portaria ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions